Porto Alegre, quinta-feira, 06 de agosto de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quinta-feira, 06 de agosto de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Campeonato Gaúcho

- Publicada em 23h26min, 05/08/2020. Atualizada em 01h29min, 06/08/2020.

Grenal 426: Grêmio vence o Inter por 2 a 0, fatura o returno e encara o Caxias na finalíssima

Capitão Geromel deixou Everton levantar a taça na provável despedida do clube

Capitão Geromel deixou Everton levantar a taça na provável despedida do clube


Lucas Uebel/Grêmio FBPA/Divulgação/JC
Juliano Tatsch
O Grenal 426, disputado na noite desta quarta-feira (5) na Arena, foi um clássico marcado pela manutenção de, ao menos, três tabus. Com a vitória por 2 a 0, o Grêmio aumentou para 9 jogos a invencibilidade sobre o Inter. Com quatro clássicos disputados neste ano, o técnico Eduardo Coudet acumula 3 derrotas e um empate. Além disso, Paolo Guerrero passou mais um duelo contra Geromel e Kannemann em branco. Ao fim, a vitória Tricolor deu o título do segundo turno do Campeonato Gaúcho e a vaga na finalíssima do Gauchão à equipe de Renato Portaluppi, quando enfrentará o Caxias.
O Grenal 426, disputado na noite desta quarta-feira (5) na Arena, foi um clássico marcado pela manutenção de, ao menos, três tabus. Com a vitória por 2 a 0, o Grêmio aumentou para 9 jogos a invencibilidade sobre o Inter. Com quatro clássicos disputados neste ano, o técnico Eduardo Coudet acumula 3 derrotas e um empate. Além disso, Paolo Guerrero passou mais um duelo contra Geromel e Kannemann em branco. Ao fim, a vitória Tricolor deu o título do segundo turno do Campeonato Gaúcho e a vaga na finalíssima do Gauchão à equipe de Renato Portaluppi, quando enfrentará o Caxias.
O primeiro tempo de jogo foi de superioridade gremista, muito em razão da constante presença dos dois volantes do time de Renato Portaluppi no campo de ataque. Bastante participativos nas jogadas de ataque, Maicon e Matheus Henrique apareciam seguidamente na frente da área colorada, dando trabalho para a marcação defensiva, que via o número de gremistas se multiplicar.
Elogiado pela intensidade que costuma dar às suas equipes, o argentino Eduardo Coudet viu seu time confundir isso com violência nos minutos iniciais de confronto. Com apenas 12 minutos, três jogadores colorados já haviam recebido o cartão amarelo – Boschilia, Guerrero e Moisés.
O Grêmio levou perigo primeiro. Aos 17 minutos, Orejuela ganhou de Cuesta pela linha de fundo e tocou para o meio, mas ninguém apareceu para finalizar. O Inter respondeu aos 23 e aos 24 minutos, com chutes de fora da área de Rodinei – que exigiu boa defesa do goleiro gremista – e de Marcos Guilherme.
A fim de jogo, mesmo com avançada negociação para deixar o Grêmio e ir para o Benfica, de Portugal, Everton deu um calor na defesa do Inter pela esquerda. Aos 27, o Cebolinha avançou e tocou para Matheus Henrique no meio. Livre, o volante gremista demorou e acabou chutando para fora. Aos 28, novamente Everton, em sua jogada característica, avançou, cortou para dentro, e chutou, mas sem força, para fácil defesa de Marcelo Lomba.
Os donos da casa, melhores no duelo, chegaram com perigo novamente aos 30 e aos 35. Na primeira oportunidade, Cortez deixou Maicon na cara de Lomba, mas o volante tocou para o lado ao invés de bater a gol. Na segunda, Cebolinha, de fora da área, mandou a bomba. Marcelo Lomba salvou no susto.
Com 7 minutos de acréscimo, ainda deu tempo de duas chegadas perigosas na etapa inicial. Aos 48, Orejuela cruzou pela direita, e Diego Souza, livre na segunda trave, finalizou de primeira, mas para fora.
Com pouca articulação no meio e Guerrero, mais uma vez, preso na marcação de Geromel e Kannemann, o Inter apostou muito nas jogadas pelos lados. E foi assim que o time ameaçou o gol gremista aos 50 minutos. Galhardo recebeu de Rodinei na linha de fundo direita e tocou no meio. A bola desviou em Vanderlei e ficou para Boschilia, que concluiu errado.
O segundo tempo mal havia começado e o Tricolor pulou na frente no placar na Arena. Aos 4 minutos, pela esquerda, Everton levantou na área, na segunda trave, onde estava Diego Souza, que saltou muito alto para dar assistência açucarada para Maicon. Do outro lado da área, com o gol vazio, o volante só “cumprimentou” para as redes para fazer o 1 a 0.
{'nm_midia_inter_thumb1':'https://www.jornaldocomercio.com/_midias/jpg/2020/08/05/206x137/1_maicon_comemora_o_primeiro_gol_do_gremio_no_grenal_426-9109705.jpg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5f2b6e34a7b80', 'cd_midia':9109705, 'ds_midia_link': 'https://www.jornaldocomercio.com/_midias/jpg/2020/08/05/maicon_comemora_o_primeiro_gol_do_gremio_no_grenal_426-9109705.jpg', 'ds_midia': 'RS - FUTEBOL/CAMPEONATO GAUCHO 2020 /GRENAL 426 - ESPORTES - Lance da partida entre Gremio e Internacional disputada na noite desta quarta-feira, na Arena do Gremio, em partida valida pela Campeonato Gaucho 2020. FOTO: LUCAS UEBEL/GREMIO FBPA', 'ds_midia_credi': 'LUCAS UEBEL/Grêmio FBPA/Divulgação/JC', 'ds_midia_titlo': 'RS - FUTEBOL/CAMPEONATO GAUCHO 2020 /GRENAL 426 - ESPORTES - Lance da partida entre Gremio e Internacional disputada na noite desta quarta-feira, na Arena do Gremio, em partida valida pela Campeonato Gaucho 2020. FOTO: LUCAS UEBEL/GREMIO FBPA', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '800', 'cd_midia_h': '533', 'align': 'Left'}
Maicon recebeu assistência de Diego Souza para, de cabeça, abrir o placar na Arena (Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA/JC)
Após o gol gremista, o Inter avançou suas linhas e passou a fazer pressão no campo adversário. Aos 9 minutos, a melhor jogada do ataque vermelho. Depois de ótima troca de passes na frente, a bola ficou com Guerrero pela esquerda da área. O peruano tocou no meio e Galhardo chegou finalizando de primeira, mas a bola foi para fora.
Com o Colorado adiantado em campo, o Grêmio ficou sem saída de bola, mas o Inter não conseguiu aproveitar o maior volume para criar chances para empatar, na medida em que o jogo ficou muito “picado”, com seguido perde e ganha.
Insistindo em Musto no meio, Coudet deixou o Inter sem articulação e com um jogador que pouco acrescenta ao time e, mais uma vez, tomou cartão amarelo. Com o passar do tempo, os nervos foram se aflorando e, junto com eles, os erros colorados, que corria contra o relógio. E, aos 35, veio a pá de cal Tricolor. Após jogada de craque de Everton, e bola colocada na área, Moisés falhou na interceptação e Isaque bateu de voleio, uma pancada para o fundo do gol de Lomba.
Na comemoração do gol, Patrick partiu para cima de Orejuela, formou-se uma confusão e ambos os jogadores acabaram expulsos. A cena lembrou o Grenal 424, primeiro da Libertadores e último antes da pandemia na Arena, que teve brigas e oito expulsões.
Nos minutos finais, o Grêmio acumulou chances para ampliar em contra-ataques, mas, por preciosismo, acabou desperdiçando todas. Ao final, depois de 10 minutos de acréscimo, vitória gremista no Grenal, a terceira no ano, e vaga na decisão do Gauchão.
FICHA TÉCNICA
Grêmio 2
Vanderlei; Orejuela, Geromel, Kannemann e Cortez; Maicon (Pepê), Matheus Henrique (Lucas Silva), Jean Pierre (Isaque), Alisson (David Braz) e Everton; Diego Souza. Técnico: Renato Portaluppi.
Inter 0
Marcelo Lomba; Rodinei, Bruno Fuchs, Cuesta e Moisés; Musto, Edenílson (Pottker), Boschilia e Marcos Guilherme (Patrick), Thiago Galhardo e Guerrero. Técnico: Eduardo Coudet.
Árbitro: Leandro Vuaden
Comentários CORRIGIR TEXTO