Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 21 de outubro de 2019.
Dia do Contato Publicitário.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

Câmara dos deputados

Alterada em 21/10 às 16h36min

Líder diz que Planalto não fez acerto com ala bivarista do PSL

Vitor Hugo diz não ter sido informado sobre conversa entre o general Luiz Eduardo Ramos e ala bivarista

Vitor Hugo diz não ter sido informado sobre conversa entre o general Luiz Eduardo Ramos e ala bivarista


PABLO VALADARES/CÂMARA DOS DEPUTADOS/JC
O líder do governo na Câmara, deputado federal Major Vitor Hugo (PSL-GO), negou à reportagem ter descumprido qualquer acordo firmado entre o Palácio do Planalto e a ala de seu partido que é ligada a Luciano Bivar (PSL-PE). Coube ao parlamentar apresentar a lista de assinaturas que alçou o também deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho do presidente Jair Bolsonaro (PSL), à liderança do partido na Casa nesta segunda-feira (21).
O líder do governo na Câmara, deputado federal Major Vitor Hugo (PSL-GO), negou à reportagem ter descumprido qualquer acordo firmado entre o Palácio do Planalto e a ala de seu partido que é ligada a Luciano Bivar (PSL-PE). Coube ao parlamentar apresentar a lista de assinaturas que alçou o também deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho do presidente Jair Bolsonaro (PSL), à liderança do partido na Casa nesta segunda-feira (21).
Vitor Hugo afirma que não havia sido comunicado sobre qualquer conversa entre o general Luiz Eduardo Ramos, ministro responsável pela articulação política, e a ala bivarista. Ele diz ainda que Ramos negou nesta segunda ter tido qualquer conversa conclusiva com os aliados de Bivar.
"O general Ramos me ligou para explicar que não houve acordo, que não havia uma conversa conclusiva", diz Vitor Hugo. O deputado passou o último fim de semana coletando assinaturas de apoio à indicação de Eduardo para o posto de líder do PSL e que em nenhum momento foi comunicado de que era preciso deixar essa missão de lado para trabalhar por um outro nome de consenso.
A indicação de Eduardo para o posto fez com que aliados de Bivar suspendessem a rapidíssima trégua com o Planalto. Neste momento, eles preparam nova lista para reconduzir o Delegado Waldir (GO) ao posto de líder do PSL.
Daniela Lima para Folhapress
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia