Porto Alegre, quarta-feira, 18 de novembro de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quarta-feira, 18 de novembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Eleições 2020

- Publicada em 12h25min, 18/11/2020. Atualizada em 13h02min, 18/11/2020.

Juliana Brizola encontra Manuela e oficializa apoio no segundo turno

Na sede do PDT, Juliana Brizola (em pé) oficializa apoio ao lado de Manuela e dirigentes do PDT

Na sede do PDT, Juliana Brizola (em pé) oficializa apoio ao lado de Manuela e dirigentes do PDT


MARIANA RAMOS/DIVULGAÇÃO/JC
Sob a bênção do avô Leonel Brizola e dos ex-presidentes Getúlio Vargas e João Goulart (com fotos em um grande painel na sede do PDT), Juliana Brizola oficializou, na manhã desta quarta-feira (18), o apoio à candidata Manuela d'Ávila (PCdoB) no disputa do segundo turno à prefeitura de Porto Alegre.
Sob a bênção do avô Leonel Brizola e dos ex-presidentes Getúlio Vargas e João Goulart (com fotos em um grande painel na sede do PDT), Juliana Brizola oficializou, na manhã desta quarta-feira (18), o apoio à candidata Manuela d'Ávila (PCdoB) no disputa do segundo turno à prefeitura de Porto Alegre.
A pedetista, quarta colocada no primeiro turno com 6% dos votos, já havia manifestado a escolha nessa terça-feira (17). Manuela e seu vice, o ex-vice-governador Miguel Rossetto (PT), estavam na mesa, na sede da sigla. A candidata do PCdoB já recebeu apoios do PSOL e Rede, de Marina Silva.  
O adversário Sebastião Melo (MDB) tem até agora a adesão de PP, PSD e Avante e conversa com os Republicanos.
Juliana divulgou uma carta com 12 pontos defendidos pelo partido para justificar a adesão. No texto, os itens formam o "apoio programático" dos pedetistas na Capital à candidata no segundo turno.    
O documento defende escola de turno integral, herança brizolista, revogação de mudanças na carreira dos servidores feitas no governo de Nelson Marchezan Júnior (PSDB), zerar o déficit de vagas em escolas infantis e a criação do turno noturno em creches.
Na gestão e modelo para estatais, o PDT reforça ser contra a "privatização da Procempa, Carris, DMAE e DEP" e que quer compromisso de Manuela em manter a gestão pública do Mercado Público.   
No desfecho da carta, o PDT destaca que o "apoio se funda, pura e simplesmente, em ideais programáticos e no antibolsonarismo, no combate ao ódio e ao rancor". 

Os 12 pontos do documento divulgado pelo PDT no apoio a Manuela:

Levamos nossas propostas ao povo de Porto Alegre com a certeza de sermos a melhor opção para governar a cidade. Continuamos com os mesmos sonhos, nas mesmas buscas, com o compromisso de levar adiante nosso projeto.
Assim, o Partido Democrático Trabalhista, através da deliberação de seus representantes, tendo em vista a disputa de segundo turno nas eleições municipais, vem tornar público seu apoio programático à candidatura de Manuela d’Ávila, mediante os seguintes compromissos.
1. Dar cumprimento a lei da Escola de Tempo Integral, implementando CIEP’S, nos moldes de Leonel Brizola.
2. Revogar as alterações na lei do plano de carreira dos servidores públicos realizadas no atual Governo.
3. Zerar o déficit de vagas na educação infantil.
4. Implementar a creche noturna para a mãe trabalhadora.
5. Retomar a hora atividade para planejamento e estudo dos professores da Rede Municipal .
6. Não privatização das empresas Procempa, Carris, DMAE e DEP.
7. Manter a gestão pública do Mercado Público.
8. Fortalecer o SUS, com foco no combate à pandemia, e retomar o programa de Saúde da Família.
9. Ampliar os postos de saúde com atendimento até as 22h.
10. Dar fim ao desabastecimento de água em Porto Alegre, como nas localidades da Lomba do Pinheiro e Morro Santana.
11. Política permanente de regularização fundiária e produção habitacional.
12. Implementar o Plano de Desenvolvimento Municipal para geração de emprego e renda na cidade.
O Partido Democrático Trabalhista tem compromisso com o desenvolvimento nacional, com a geração de emprego e renda, com o povo trabalhador, com as mulheres, jovens e, fundamentalmente, com as crianças.
Importante ressaltar que este apoio se funda, pura e simplesmente, em ideais programáticos e no antibolsonarismo, no combate ao ódio e ao rancor. Neste sentido, ainda que com diferenças, a candidatura de Manuela d'Ávila é aquela que mais se assemelha ao nosso projeto.
Porto Alegre, 18 de novembro de 2020.
Comentários CORRIGIR TEXTO