Porto Alegre, sexta-feira, 09 de outubro de 2020.
Dia Mundial dos Correios.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
sexta-feira, 09 de outubro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Mercado Digital

- Publicada em 16h51min, 08/10/2020. Atualizada em 14h03min, 09/10/2020.

Cozinhe.me será acelerada pelo programa Startup Lisboa

Empresa foi uma das 20 escolhidas, entre 115 de 23 países e seis continentes

Empresa foi uma das 20 escolhidas, entre 115 de 23 países e seis continentes


COZINHE.ME/DIVULGAÇÃO/JC
A startup Cozinhe.me foi selecionada para participar do From Start-to-Table, do Startup Lisboa, considerado o melhor programa de aceleracao de startups na area da gastronomia do mundo. É a primeira representante do Rio Grande do Sul a participar deste projeto, desenvolvido pelo Ministério do Turismo de Portugal.
A startup Cozinhe.me foi selecionada para participar do From Start-to-Table, do Startup Lisboa, considerado o melhor programa de aceleracao de startups na area da gastronomia do mundo. É a primeira representante do Rio Grande do Sul a participar deste projeto, desenvolvido pelo Ministério do Turismo de Portugal.
Foram 115 empresas inscritas, de 23 países e seis continentes, e a Cozinhe.me foi uma das 20 escolhidas. No próximo domingo será dado o start oficial da iniciativa, ocasião na qual os empreendedores apresentarão, alguns presencialmente e outros remotamente, objetos que expliquem a personalidade do seu produto.
Feito isso, começarão as nove semanas de imersão de aceleração, com rodadas com mentores, investidores e gestores de restaurantes. No dia 11 de dezembro acontece o demoday, quando serão apresentados os avanços dos projetos. A startup vencedora receberá €10 mil.
“Estamos muito felizes. O grande valor desse processo é essa imersão e o contato que vamos ter com o mercado europeu, podendo amadurecer o modelo de negócio e falar diretamente com investidores do mundo todo”, destaca o CEO e sócio da Cozinhe.me, Flávio Luce. Uma das expectativas é que esse possa ser o início do ingresso da empresa no mercado português.
A startup tem como propósito incentivar o hábito de cozinhar, sempre com ingredientes de alta qualidade. Por isso, iniciou a sua oferta com a comercialização de produtos, como molhos, e as caixas sensoriais. Ao fazer o pedido no site, o usuário recebe a caixa com os insumos, o passo a passo para fazer a refeição e uma playlist especial.
Com a pandemia, nasceu um novo foco para a operação e que, justamente, foi a proposta escolhida pelo Startup Lisboa para ser acelerada: um mix de caixas para restaurantes. “Esse novo modelo vai exponencializar o nosso negócio, e envolve a construção, junto aos restaurantes, de experiências diferenciadas para as pessoas”, conta Luce.
Uma das ações já está saindo do forno. Na próxima semana, as pessoas poderão vivenciar em casa a experiência do café da manhã do Hotel Laghetto.
E para 2021, vem mais uma novidade. A Cozinhe.me está desenvolvendo uma plataforma com um parceiro local e se tornará um clube de assinatura, no qual os usuários poderão optar por receber um volume determinado de caixas por mês ou adquiri-las separadamente.
“Há uma grande transformação acontecendo no mercado de gastronomia e a capacidade de gerar experiências diferenciadas aos consumidores ganha cada vez mais relevância”, conclui Luce.
Comentários CORRIGIR TEXTO