Porto Alegre, segunda-feira, 28 de dezembro de 2020.
Dia do Petroquímico. Dia do Salva-Vidas.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
segunda-feira, 28 de dezembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Mercado Digital

- Publicada em 13h29min, 28/12/2020.

Algoritmos aprimoram qualidade de exames de imagem e apoiam diagnóstico

Aplicação de algoritmos oferece ganho ao realce, ao contraste e ao brilho das imagens

Aplicação de algoritmos oferece ganho ao realce, ao contraste e ao brilho das imagens


Divulgação/JC/Adobe Stock
Algoritmos aplicados à radiografia aprimoram a imagem dando suporte ao diagnóstico de infecções como a pneumonia, uma das complicações da Covid-19, afirma Fabrízzio Soares, membro do Instituto dos Engenheiros Eletrônicos e Eletricistas (IEEE), a maior organização técnico-profissional do mundo dedicada ao avanço da tecnologia em benefício da humanidade e docentes da Universidade Federal de Goiás (UFG).
Algoritmos aplicados à radiografia aprimoram a imagem dando suporte ao diagnóstico de infecções como a pneumonia, uma das complicações da Covid-19, afirma Fabrízzio Soares, membro do Instituto dos Engenheiros Eletrônicos e Eletricistas (IEEE), a maior organização técnico-profissional do mundo dedicada ao avanço da tecnologia em benefício da humanidade e docentes da Universidade Federal de Goiás (UFG).
A radiografia é um dos exames de imagem mais rotineiros, no entanto, muitos equipamentos fornecem resultados não confiáveis devido à problemas de energia, luz, comportamento do paciente ou habilidades do operador. Neste contexto, um grupo de pesquisadores integrado por Soares, está estudando algoritmos para melhorar a qualidade das imagens, principalmente do raio-x do tórax, dando suporte ao médico para diagnosticar várias doenças respiratórias, entre elas a pneumonia viral, uma das complicações da Covid-19.
"Com a aplicação desses algoritmos conseguimos dar um bom ganho ao realce, ao contraste e ao brilho das imagens e, consequentemente, à visibilidade dos órgãos, aprimorando o suporte ao diagnóstico de infecções pulmonares", explica. Em tempos de pandemia, esse aprimoramento é estratégico porque o raio-x do tórax é um exame inicial que auxilia na investigação da pneumonia e da síndrome do desconforto respiratório agudo, que podem acometer pacientes com coronavírus.
"O raio-x do tórax oferece as informações mais básicas para diagnóstico, porém está sujeito a ter imagens comprometidas por questões externas e os algoritmos podem auxiliar a corrigir estes problemas", esclarece Soares.
Comentários CORRIGIR TEXTO