Porto Alegre, terça-feira, 30 de novembro de 2021.
Dia da Reforma Agrária.
Porto Alegre,
terça-feira, 30 de novembro de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Rodovias

- Publicada em 29/11/2021 às 20h47min.

CCR Viasul realiza milésimo içamento da Ponte do Guaíba

COLETIVA DA CONCEPA SOBRE O VÃO MÓVEL DA PONTE DO GUAÍBA.

NA FOTO: PONTE SOBRE O RIO GUAÍBA.

COLETIVA DA CONCEPA SOBRE O VÃO MÓVEL DA PONTE DO GUAÍBA. NA FOTO: PONTE SOBRE O RIO GUAÍBA.


/ANTONIO PAZ/ARQUIVO/JC

Na sexta-feira passada, às 13h19min, a ponte Getúlio Vargas, também conhecida como ponte móvel do Guaíba, realizou seu milésimo içamento na concessão da CCR ViaSul. A ação durou cerca de 10 minutos e seguiu normalmente.

Na sexta-feira passada, às 13h19min, a ponte Getúlio Vargas, também conhecida como ponte móvel do Guaíba, realizou seu milésimo içamento na concessão da CCR ViaSul. A ação durou cerca de 10 minutos e seguiu normalmente.

O içamento do vão móvel da ponte do Guaíba é um dos serviços que devem ser realizados pela concessionária, estabelecido pelo contrato de concessão vencido pela empresa em 2018. Todos os dias a CCR ViaSul informa a previsão de horários em que ocorrerão os içamentos.

Segundo acompanhamento feito pelas equipes da concessionária, passam pelo local, diariamente, cerca de 45 mil veículos nos dois sentidos.

Inaugurada em 1958 no governo de Ildo Meneghetti, a ponte móvel surgiu da necessidade de se criarem alternativas para a realização de travessias entre Porto Alegre e Guaíba, até então feitas somente por balsas. Na época, foi considerada uma das maiores obras do País.

A ponte sobre o rio Guaíba mede pouco mais 1 quilômetro de extensão. O vão móvel é parte integrante desta extensão, com 58 metros. Quatro torres de cerca de 43 metros são responsáveis pelo levantamento das 400 toneladas da estrutura, que pode alcançar até 35 metros de altura a cada operação, conforme as condições do rio.

A programação é enviada às equipes de Atendimento da Concessionária pela Capitania dos Portos, diariamente pela manhã, até às 08h. Assim que o cronograma chega, a CCR ViaSul informa aos usuários sobre os horários de içamento em seus canais de comunicação (site, aplicativo, painéis eletrônicos, 0800 e WhatsApp).

Uma equipe composta por cinco colaboradores é responsável pela realização e acompanhamento de todo o processo, sendo três eletricistas e dois mecânicos. Um operador fica na cabine de controle. Os demais profissionais (dois mecânicos e dois eletricistas) ficam na casa de máquinas monitorando de perto toda a parte mecânica, elétrica e estrutural da operação.

Quando a embarcação se aproxima a cerca de 1 quilômetro, aproximadamente, é dado início a operação do vão móvel começa a ser levantado, de forma a evitar imprevistos. Antes, porém, o tráfego já é bloqueado nos dois sentidos da rodovia, e acompanhado durante todo o procedimento pelos órgãos de trânsito responsáveis. Cada içamento simples leva, em média, entre 15 e 25 minutos. Após o término, o fluxo é novamente liberado.

Conteúdo Publicitário
Comentários CORRIGIR TEXTO