Porto Alegre, quinta-feira, 12 de novembro de 2020.
Dia do Supermercado. Dia Internacional da Qualidade.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quinta-feira, 12 de novembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Transportes

- Publicada em 14h03min, 03/11/2020. Atualizada em 13h53min, 12/11/2020.

Cartão TRI dos idosos: recadastramento continua suspenso em Porto Alegre

Cartões dos usuários estão ativos e não há previsão de quando volta o recadastramento

Cartões dos usuários estão ativos e não há previsão de quando volta o recadastramento


ANA PAULA APRATO/ARQUIVO/JC
O recadastramento de portadores do cartão TRI Idoso, que isenta do pagamento de passagem de R$ 4,70 dos ônibus de Porto Alegre, segue suspensa devido à pandemia do novo coronavírus. Em 2019, a Câmara dos Vereadores aprovou a mudança da faixa etária da gratuidade, que passou a ser a partir de 65 anos. Quem tinha entre 60 e 64 anos precisava se recadastrar para não perder o benefício.  
O recadastramento de portadores do cartão TRI Idoso, que isenta do pagamento de passagem de R$ 4,70 dos ônibus de Porto Alegre, segue suspensa devido à pandemia do novo coronavírus. Em 2019, a Câmara dos Vereadores aprovou a mudança da faixa etária da gratuidade, que passou a ser a partir de 65 anos. Quem tinha entre 60 e 64 anos precisava se recadastrar para não perder o benefício.  
Segundo a EPTC, as pessoas que tinham o cartão e estão na faixa etária até 64 anos podem utilizar normalmente o cartão para andar de ônibus. Não há prazo de quando haverá mudança sobre essa medida. Tudo vai depender da evolução da pandemia. Pessoas acima dos 60 anos estão nos grupos de riscos da Covid-19.
Já pessoas com 65 anos ou mais, que têm o direito à isenção, podem apresentar no ônibus a carteira de identidade ou outro documento de identificação para utilizar o transporte. Não estão sendo feitos novos cadastramentos para o TRI desde março.  
Caso algum portador do TRI de idoso tenha tido bloqueio do cartão antes de março, quando começaram a ser adotadas as medidas com impacto nos ônibus, deve enviar e-mail para [email protected]. A EPTC explicará as razões do bloqueio e orientará sobre procedimento para ativar o benefício. 
Outra informação importante é que o posto de recarga de passagens do TRI, na rua Uruguai, 43, no Centro Histórico, continua fechado para atendimento presencial, informou a Empresa Pública de Transporte e Circulação. O motivo também é o novo coronavírus. 
Quem precisar verificar algo sobre o cartão pode acessar o https://www.tripoa.net.br/ ou ligar para o número 118. Recargas podem ser feitas por meio do aplicativo do TRI.  
Comentários CORRIGIR TEXTO