Porto Alegre, terça-feira, 10 de maio de 2022.
Porto Alegre,
terça-feira, 10 de maio de 2022.

Galeria de imagens

No Afeganistão, mulheres protestam contra uso obrigatório da burca

Um grupo de mulheres protestou em Cabul, capital do Afeganistão, nesta terça-feira (10), contra a obrigatoriedade do uso da burca. As mulheres gritavam "burca não é meu hijab", opondo-se à exigência do líder do Afeganistão e chefe do Talibã, Hibatullah Akhundzada, de que as mulheres cubram completamente seus rostos e corpos quando estiverem em público. O decreto de Akhundzada também ordena que as mulheres "fiquem em casa" caso não tenham trabalho importante fora, o que gerou condenações internacionais. O líder ainda ordenou que as autoridades demitam funcionárias do governo que não seguirem o novo código de vestimenta e suspendam os trabalhadores do sexo masculino se suas esposas e filhas não cumprirem. Estudiosos e religiosos afirmam que o uso da burca não tem base no Islã, e é mais um código de vestimenta do Talibã para reprimir mulheres.
 

FOTO Wakil KOHSAR/AFP/JC