Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Galeria de imagens

Galeria de imagens

- Publicada em 20 de Junho de 2022 às 18:51

Primeira parada 'sustentável' de Porto Alegre é vandalizada em parque

Vidros quebrados, pichação e falta de energia em nada lembram como era o equipamento

Vidros quebrados, pichação e falta de energia em nada lembram como era o equipamento


PATRÍCIA COMUNELLO/ESPECIAL/JCX
Patrícia Comunello
A primeira parada de ônibus sustentável de Porto Alegre, como foi chamada em 2018 ao ser instalada no dia do aniversário da Capital, em 26 de março, na calçada do Parque Moinhos de Vento, o Parcão, já não tem mais os atrativos que faziam dela uma estrutura diferente das demais. 
A primeira parada de ônibus sustentável de Porto Alegre, como foi chamada em 2018 ao ser instalada no dia do aniversário da Capital, em 26 de março, na calçada do Parque Moinhos de Vento, o Parcão, já não tem mais os atrativos que faziam dela uma estrutura diferente das demais. 
Quem costuma circular pela área, na avenida Goethe quase esquina com a rua 24 de Outubro, no bairro Moinhos de Vento, para embarcar ou descer de linhas ou mesmo para caminhar é impactado pelo estado deplorável do equipamento.
Vidros quebrados, proteções com pichações e dispositivos para carregar celulares que não funcionam. Tudo indica que os cabos que alimentariam a rede foram roubados.
{'nm_midia_inter_thumb1':'https://www.jornaldocomercio.com/_midias/jpg/2022/06/20/206x137/1_parada_onibus_sustentavel_parcao-9664624.jpg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'62b10b9566f69', 'cd_midia':9664624, 'ds_midia_link': 'https://www.jornaldocomercio.com/_midias/jpg/2022/06/20/parada_onibus_sustentavel_parcao-9664624.jpg', 'ds_midia': 'Transportes - mobilidade - Parada de ônibus sustentável - Parque Moinhos de Vento - Parcão - avenida Goethe quase esquina rua 24 de outubro - Porto Alegre ', 'ds_midia_credi': 'CLAITON DORNELLES/JC', 'ds_midia_titlo': 'Transportes - mobilidade - Parada de ônibus sustentável - Parque Moinhos de Vento - Parcão - avenida Goethe quase esquina rua 24 de outubro - Porto Alegre ', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '800', 'cd_midia_h': '589', 'align': 'Left'}
Como era a parada na avenida Goethe, em abril de 2018, antes de sofrer o vandalismo. Foto: Claiton Dornelles/Arquivo/JC 
A parada também tinha painel digital que abasteceria os usuários do transporte com informações. Nada está funcionando. Os painéis na cobertura para captar luz solar e gerar energia também parecem estar fora de operação. Esta fonte é que alimentaria as baterias plugadas nas entradas de USB.
A reportagem do Jornal do Comércio testou as entradas, e o aparelho não detectou nenhuma corrente elétrica. A unidade, que seria a primeira de cinco foi uma iniciativa dentro de um Termo de Cooperação Técnica entre a Associação Todavida e a EPTC. Na largada, a disponibilidade de energia demorou. Mas as condições físicas da estrutura em nada lembram o que se vê hoje no local. 
Conteúdo Publicitário
Leia também
Comentários CORRIGIR TEXTO
Conteúdo Publicitário