Porto Alegre, quarta-feira, 25 de agosto de 2021.
Dia do Soldado.
Porto Alegre,
quarta-feira, 25 de agosto de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Copa do Brasil

- Publicada em 23h33min, 25/08/2021. Atualizada em 23h58min, 25/08/2021.

No reencontro com Portaluppi, Grêmio é goleado pelo Flamengo, na Arena

Mesmo com um a menos durante toda a etapa final, o Flamengo marcou quatro vezes

Mesmo com um a menos durante toda a etapa final, o Flamengo marcou quatro vezes


ALEXANDRE VIDAL/FLAMENGO/JC
Deivison Ávila
O reencontro de Renato Portaluppi com o Grêmio não foi nada feliz para o seu ex-clube. Nesta quarta-feira (25), o time de Luiz Felipe Scolari dominou o primeiro tempo, mas não foi competente para marcar. Mesmo com um jogador a mais em todo o segundo tempo, o Tricolor sucumbiu diante da força do elenco rubro-negro e acabou goleado por 4 a 0, no jogo de ida das quartas de final da Copa do Brasil. O duelo da volta será no dia 15 de setembro.
O reencontro de Renato Portaluppi com o Grêmio não foi nada feliz para o seu ex-clube. Nesta quarta-feira (25), o time de Luiz Felipe Scolari dominou o primeiro tempo, mas não foi competente para marcar. Mesmo com um jogador a mais em todo o segundo tempo, o Tricolor sucumbiu diante da força do elenco rubro-negro e acabou goleado por 4 a 0, no jogo de ida das quartas de final da Copa do Brasil. O duelo da volta será no dia 15 de setembro.
Melhor nos 45 minutos iniciais. A primeira chance de gol foi dos donos da casa. Aos 13 minutos, Alisson tabelou com Borja e finalizou de bico. A bola passou rente à trave esquerda. De boa participação em uma de suas melhores atuações desde que voltou ao Grêmio, aos 21, Douglas Costa levou a mão na coxa e começou a reclamar de dores. Sete minutos depois, o camisa 10 não suportou o incômodo e foi substituído por Ferreirinha.
A saída de Douglas Costa fez o Flamengo crescer na partida. Em dois minutos, os cariocas criaram três oportunidades de gol. Aos 34, Arrascaeta e Éverton Ribeiro, 35, finalizaram, mas erraram o alvo. No lance seguinte, a melhor delas: Bruno Henrique se livrou da marcação e bateu de perna esquerda. Atento, Chapecó defendeu em dois tempos. Neste lance, o atacante rubro-negro levou a mão no posterior da coxa e precisou ser substituído. Michael entrou.
Aos 44, Isla fez falta por trás em Alisson, puxando o jogador do Grêmio, recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso.
Com um homem a menos, Portaluppi promoveu duas mudanças no intervalo, sacando Diego e Arrascaeta, colocando Matheuzinho e Thiago Maia. E, com três minutos, Michael chutou forte e Chapecó voou para espalmar. Aos sete, após cobrança de escanteio, Bruno Viana dominou e chutou. A bola desviou em Rafinha e morreu no fundo das redes, matando Chapecó.
A resposta gremista foi imediata. Dois minutos depois, Rafinha fez boa jogada pela esquerda e cruzou na medida para Alisson, que finalizou forte e acertou o travessão. Aos 14, Felipão promoveu a estreia de Campaz. O colombiano entrou vaga de Lucas Silva.
Precisando do empate, o Grêmio partiu para cima. Aos 20, Borja entrou no meio dos zagueiros e cabeceou firme. Diego Alves voou para espalmar. Felipão sacou Thiago Santos e colocou Diego Souza, abrindo o time e dando espaços para o Flamengo. Aos 29, Michael avançou pela esquerda e tocou para Éverton Ribeiro, sozinho na área, bater e acertar a trave.
E o que já estava se desenhando aconteceu aos 39: Vitinho deu um passe açucarado para Michael bater para o fundo do gol, ampliando a vantagem rubro-negra. E já nos acréscimos, o Flamengo marcou mais duas vezes. Aos 45, Vitinho fez um cruzamento perfeito e Rodinei, de cabeça marcou o terceiro. Cinco minutos depois, Luiz Fernando fez falta em Michael dentro da área. O VAR foi acionado e o pênalti marcado. Vitinho cobrou, dando números finais na goleada carioca na Arena.
Grêmio 0 Gabriel Chapecó; Vanderson, Rodrigues, Kannemann e Rafinha; Thiago Santos (Diego Souza), Lucas Silva (Campaz), Villasanti, Douglas Costa (Ferreirinha) e Alisson (Luiz Fernando); Borja. Técnico: Luiz Felipe Scolari.
Flamengo 4 Diego Alves; Isla, Bruno Viana, Gustavo Henrique e Filipe Luís; William Arão, Diego (Matheuzinho), Éverton Ribeiro (Vitinho), Arrascaeta (Thiago Maia) e Bruno Henrique (Michael); Gabigol (Rodinei). Técnico: Renato Portaluppi.
Árbitro: Vinícius Gonçalves Dias Araújo (SP)
Comentários CORRIGIR TEXTO
Conteúdo Publicitário