Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 15 de junho de 2017. Atualizado às 23h52.

Jornal do Comércio

Viver

COMENTAR | CORRIGIR

Cinema

Notícia da edição impressa de 16/06/2017. Alterada em 14/06 às 16h54min

Peripécias familiares

Um tio quase perfeito marca a estreia do ator e humorista Marcus Majella como protagonista no cinema. Vivendo de bicos, tio Tony (Majella) leva a vida aos trancos e barrancos, ao lado da mãe, Cecilia (Ana Lucia Torre), que participa e acoberta todas as suas falcatruas. A direção é de Pedro Antonio.
Tudo vai bem até que eles são despejados da casa onde moram. Sem ter para onde ir, a dupla recorre a Ângela (Leticia Isnard), a outra filha de Cecilia e irmã de Tony, que vive com três filhos. É então que a confusão começa.
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia