Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 24 de julho de 2018.

Jornal do Comércio

Colunas

COMENTAR | CORRIGIR
Ivan Mattos

Clubes

Edição impressa de 24/07/2018. Alterada em 24/07 às 01h00min

No topo do mundo

Henrique Scalco Franke e Frederico Seyboth, na Confraria União Off Road

Henrique Scalco Franke e Frederico Seyboth, na Confraria União Off Road


MARIANA CARLESSO/JC
Aos 29 anos, Henrique Scalco Franke, engenheiro ambiental e gerente de projetos, apaixonado por montanhismo, decidiu colocar em prática o sonho de subir ao cume do Everest. Demitiu-se do emprego e, com suas economias, partiu para a realização de seu plano. Após dois meses de expedição, muitas horas de caminhadas e escaladas, exposto a temperaturas extremas e vivendo em acampamentos, Franke se tornou o terceiro, e mais jovem, gaúcho e o 19º brasileiro a cumprir o desafio. Depois de 48 dias do desembarque no Nepal, alcançou o topo da montanha de 8.848m e voltou são e salvo para contar sua história no recente jantar da Confraria União Off Road, ilustrado por suas fotos e depoimentos emocionantes. O montanhista confessou que já tem planos para o ano que vem de subir a montanha Cho Oyu, na China, que faz parte do grupo de 14 montanhas de mais de 8 mil metros de altura.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia