Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 16 de dezembro de 2019.

Jornal do Comércio

Notícia da edição impressa de 16/12/2019.
Alterada em 16/12 às 14h35min
COMENTAR | CORRIGIR

JC vence Prêmio Adpergs de Jornalismo

Isabella Sander, Suzy Scarton e Gabriela Porto Alegre foram premiadas

Isabella Sander, Suzy Scarton e Gabriela Porto Alegre foram premiadas


GABRIEL JACOBSEN/DIVULGAÇÃO/JC
O Jornal do Comércio foi premiado em duas categorias no 6º Prêmio Adpergs de Jornalismo, promovido pela Associação das Defensoras e dos Defensores Públicos do Rio Grande do Sul. A repórter Suzy Scarton (centro) ficou em primeiro lugar na categoria Impresso com a matéria "Entidades são contra colocar DIU em meninas acolhidas", enquanto a repórter Isabella Sander (esquerda) ficou em segundo lugar, com a reportagem "Justiça suspende despejo da Mulheres Mirabal", ambas publicados na editoria de Geral. Na categoria Universitário, a repórter Gabriela Porto Alegre (direita) ficou em terceiro lugar pela reportagem "Vítimas de violência doméstica podem ter prioridade no divórcio", veiculada no caderno Jornal da Lei.
O Jornal do Comércio foi premiado em duas categorias no 6º Prêmio Adpergs de Jornalismo, promovido pela Associação das Defensoras e dos Defensores Públicos do Rio Grande do Sul. A repórter Suzy Scarton (centro) ficou em primeiro lugar na categoria Impresso com a matéria "Entidades são contra colocar DIU em meninas acolhidas", enquanto a repórter Isabella Sander (esquerda) ficou em segundo lugar, com a reportagem "Justiça suspende despejo da Mulheres Mirabal", ambas publicados na editoria de Geral. Na categoria Universitário, a repórter Gabriela Porto Alegre (direita) ficou em terceiro lugar pela reportagem "Vítimas de violência doméstica podem ter prioridade no divórcio", veiculada no caderno Jornal da Lei.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia