Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 25 de setembro de 2019.
Dia do Trânsito.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

gastronomia

Edição impressa de 25/09/2019. Alterada em 25/09 às 08h08min

Burger King finaliza duas novas operações em Porto Alegre

Unidade na avenida Cavalhada está em fase de conclusão

Unidade na avenida Cavalhada está em fase de conclusão


/LUIZA PRADO/JC
Lourenço Marchesan
Com foco na expansão da região Sul do Brasil, o Burger King está perto de concluir as obras de duas novas unidades localizadas em Porto Alegre. No momento, a rede norte-americana de fast-food inaugura uma sede na avenida Cavalhada (2421), na esquina com a rua Santa Flora, ao lado do complexo esportivo Prime Sports.
Com foco na expansão da região Sul do Brasil, o Burger King está perto de concluir as obras de duas novas unidades localizadas em Porto Alegre. No momento, a rede norte-americana de fast-food inaugura uma sede na avenida Cavalhada (2421), na esquina com a rua Santa Flora, ao lado do complexo esportivo Prime Sports.
O restaurante contará com o sistema drive thru e dois andares de prédio, mas ainda não há previsão para abertura ao público.
Notícias sobre economia são importantes para você?
Mais próximo de ser finalizado, o Burger King da av. Nilo Peçanha já possui energia elétrica e móveis dentro do estabelecimento. A expectativa é que a data de inauguração seja divulgada nesta quinta-feira (26). Assim como na zona sul, o prédio terá dois andares e drive thru.
Fundado em 1954, o Burguer King é a segunda maior rede de hambúrgueres do mundo e possui mais de 15 mil lojas, espalhadas em mais de 100 países ao redor do mundo.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia