Uma marca sustentável no futuro pós-pandemia


Nilson Luiz May
Nilson Luiz May

Presidente da Unimed Federação/RS


O Sistema Unimed-RS cresceu, e a marca se valorizou no Rio Grande do Sul e em todo o Brasil.


A fortaleza da marca Unimed está alicerçada nos princípios do cooperativismo, elemento que uniu dezenas de médicos, em diferentes cidades do Estado, responsáveis por fundar, em 1971, nossas primeiras cooperativas Singulares, permitindo o nascimento da Unimed Federação/RS, em junho de 1972. À época, inspirado pelo inédito modelo de Santos/SP, esse grupo de sonhadores foi imbuído de um grande propósito: valorizar o trabalho médico e melhorar as condições de atendimento aos clientes.
De lá para cá, meio século transcorreu. O Sistema Unimed-RS cresceu, e a marca se valorizou no Rio Grande do Sul e em todo o Brasil. Ao longo do tempo, especialmente em solo gaúcho, tivemos a coragem de quebrar paradigmas e de nos reinventar constantemente, a fim de entregar as melhores soluções de saúde aos beneficiários, sem perder de vista a essência de nossos pioneiros, gerando renda para os 15,6 mil médicos cooperados, sócios das 30 Unimeds do Estado.
Exemplo recente de inovação é a telemedicina, implantada em tempo recorde e que trouxe facilidades de acesso à informação de saúde, sem descuidar da medicina da pessoa, que privilegia o contato entre paciente e médico, algo que, acredito, jamais deverá ser substituído. Na modernidade pós-Covid-19, o desafio é avançarmos no processo de consolidação do Sistema Cooperativo Empresarial Unimed Rio Grande do Sul, modernizando ainda mais a estrutura hospitalar e de serviços, sempre com visão cooperativa mas também mercadológica. Esse caminho passa, inevitavelmente, pela sustentabilidade da marca e de nossos negócios, envolvendo a Operadora, a Unimed Central de Serviços, a Uniair, a Unicoopmed e o Instituto, bem como a Casa da Memória Unimed Federação/RS e as nossas Unimeds do Estado. Não à toa, investimos em práticas de governança, compliance, inovação, parcerias estratégicas e gestão de risco reputacional, além de promovermos ações sociais e cuidados com o meio ambiente - tudo isso sem abrir mão de nossa veia de integração com as comunidades. Temos a mais genuína alegria de nos associarmos aos bons pensamentos dos verdadeiros cooperativistas, praticando os princípios doutrinários com as devidas adaptações à modernidade, exigidas neste raiar de 2021, ano que segue nos desafiando e, ao mesmo tempo, abrindo oportunidades para que sejamos, cada vez mais, uma empresa inovadora e conectada com a realidade atual e o "novo normal". E o mais importante: sem jamais "abandonar o barco", permanecendo em todas as regiões do território gaúcho, com nossos médicos cooperados "cuidando das pessoas".
Publicado em 26/04/2021.