CONTEÚDO PUBLICITÁRIO

Economia Circular: indústria e consumidores em sintonia por um futuro sustentável



Kit sustentável da Braskem
CRÉDITO: Braskem/Divulgação/JC
De ações pequenas, como a separação do lixo doméstico, a grandes investimentos, como a criação de tecnologias que preservam os recursos do planeta, a economia circular é um caminho que envolve a participação de todos os setores da sociedade. Do reciclador ao cientista, do vendedor ao consumidor, a proposta é repensar a produção e o consumo.
O balde de tinta usado vira kit de pintura. Sacarias e Big Bags viram saco de lixo ou caixas organizadoras. O processo é resultado de pesquisas e parcerias entre indústrias para dar à resina reciclada características semelhantes à resina virgem. Esses são produtos que já estão no mercado e fazem parte da Plataforma Wecycle, um projeto da Braskem que une clientes e fornecedores para criar soluções que transformam resíduos plásticos em novos produtos. As cooperativas e associações de reciclagem enxergaram a oportunidade e têm o apoio da Braskem. "Já fizemos a inclusão de 5 mil trabalhadores da reciclagem e mais de 70 cooperativas. O objetivo é empresariá-los para que tenham aumento de renda e de volume de material reciclado", detalha a diretora da área de Reciclagem da Braskem e Plataforma Wecycle, Fabiana Quiroga.
A Braskem aderiu aos compromissos setoriais de trabalhar para que a totalidade das embalagens plásticas sejam reutilizadas, recicladas ou recuperadas até 2040. Engajando consumidores, a empresa coletou 2 milhões de copos descartáveis para serem transformados em resina reciclada. Além dos projetos de educação ambiental e do apoio aos recicladores, a empresa continua a investir em produtos de fonte renovável a partir da cana-de-açúcar, o que resultou no polietileno verde e no EVA verde, e estimula as iniciativas que vêm de fora através do Braskem Labs, programa que acelera startups. A partir das ações, a marca esteve entre as mais lembradas e preferidas na categoria Marca Gaúcha Ambiental no Marcas de Quem Decide 2019.
Publicado em 02/04/2019.