A inovação é para todos


André Vanoni de Godoy, Diretor-superintendente do Sebrae RS André Vanoni de Godoy, Diretor-superintendente do Sebrae RS

secretariageral@sebrae-rs.com.br


O ecossistema de inovação não é um ambiente hostil aos pequenos negócios


Em uma economia globalizada, na qual a concorrência pode estar em qualquer parte do mundo, temas ligados à inovação, tais como inteligência artificial, internet das coisas, indústria 4.0, big data, entre outros, tornaram-se fatores determinantes para a sobrevivência também dos pequenos negócios. Neste cenário, é fundamental que a inovação permeie o pensamento estratégico da empresa e seja incorporada ao seu dia a dia. De fato, não há escolha a ser feita, pois, inovar é uma questão de sobrevivência.
É bom destacar que o ecossistema de inovação não é um ambiente hostil aos pequenos negócios. Isto porque a geração de conhecimento e de soluções que antes estava restrita às grandes empresas, aos think tanks acadêmicos e de inteligência corporativa, hoje está disponível a todos. Os fóruns colaborativos existentes romperam os limites rígidos dos centros de excelência voltados para a academia e das próprias empresas patrocinadoras de soluções desenvolvidas com exclusividade. Ideias, processos e pesquisas voltadas ao desenvolvimento de novas tecnologias hoje são resultado da chamada 'inovação aberta', cuja virtude é a colaboração dos interessados em novas soluções de inovação.
O que num primeiro momento pode parecer um desafio incompatível para as pequenas empresas, quando analisado sob a própria lógica da inovação, transforma-se em oportunidade, pois cria conexão com as grandes empresas, com claros benefícios decorrentes deste processo colaborativo. Afinal, por que gastar energia tentando fazer sozinho algo que pode ser construído com outras organizações, aproveitando os ganhos resultantes da soma das diferentes competências envolvidas?
Atender, entender e resolver de forma mais barata e ágil. Do ponto de vista dos pequenos negócios, a inovação aberta é também oportunidade para aprimoramento de competências e para desenvolver projetos em conjunto com parceiros que de outra forma dificilmente seriam acessados. No Rio Grande do Sul já temos alguns exemplos e iniciativas de ambientes inovadores como OcaBrasil, Nós Coworking, POA Hub, Aliança para a Inovação. Mas este é um ecossistema dinâmico no qual há espaço para outras iniciativas desta natureza. Como organização voltada ao desenvolvimento sustentável dos pequenos negócios, o Sebrae RS tem estimulado esta conexão entre os empreendedores para que possam desenvolver novos produtos, serviços e processos.
Nos últimos nove anos investimos cerca de R$ 27 milhões por meio de editais de inovação, beneficiando pequenos negócios com potencial de alto impacto, bem como incubadoras. Neste caminho, seguiremos mobilizando parceiros visando à criação de um consistente ambiente de inovação no RS, no qual os pequenos negócios se desenvolvam e contribuam ativamente para transformar o perfil do nosso Estado, aproximando-o daqueles mais modernos e inovadores.
Publicado em 29/03/2019.