Porto Alegre, domingo, 01 de dezembro de 2019.
Dia Mundial de Luta contra a Aids.

Jornal do Comércio

Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

COMENTAR | CORRIGIR

Infraestrutura

29/11/2019 - 18h50min. Alterada em 29/11 às 18h51min

Neoenergia vai instalar 769,3 km de linhas de transmissão na Região Sul

Investimento será de R$ 1,2 bi e prevê também melhorias no fornecimento de energia

Investimento será de R$ 1,2 bi e prevê também melhorias no fornecimento de energia


GABRIELA DI BELLA/ARQUIVO/JC
Vencedora do lote 14 do leilão de transmissão de energia promovido pelo governo federal em 20 de dezembro do ano passado, a companhia Neoenergia implantará quatro linhas de transmissão no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina, além de instalar compensadores, equipamentos que melhoram a qualidade do fornecimento de eletricidade, em duas subestações. O investimento será de aproximadamente R$ 1,2 bilhão e o prazo para a execução das obras – que deverão empregar cerca de 2,5 mil pessoas - é de 60 meses.
As linhas terão 769,3 quilômetros de extensão. Do lado gaúcho, os complexos abrangerão os municípios de Rio Grande, Capão do Leão, Pelotas, Turuçu, São Lourenço do Sul, Cristal, Camaquã, Cerro Grande do Sul, Sertão Santana, Mariana Pimentel, Guaíba, Eldorado do Sul, Capivari do Sul, Osório, Santo Antônio da Patrulha, Caraá, Rolante, Taquara, São Francisco de Paula, Jaquirana, Cambará do Sul, São José dos Ausentes, Santana do Livramento, Rosário do Sul, São Gabriel, Cacequi, Dilermando de Aguiar, Santa Maria, Charqueadas, Triunfo, Montenegro, Nova Santa Rita e Capela de Santana.
  • Origem da empresa: Espanha
  • Cidades: Várias (RS e SC)
  • Investimento: R$ 1,2 bilhão
  • Estágio: Anunciado
  • Previsão: 2024
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia

EXPEDIENTE