Porto Alegre, segunda-feira, 09 de setembro de 2019.
Dia do Administrador e do Médico Veterinário.

Jornal do Comércio

Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

COMENTAR | CORRIGIR

Varejo e serviços

23/08/2019 - 17h33min. Alterada em 09/09 às 09h47min

Empreendedores investem R$ 300 milhões em parque temático em Garibaldi

Dissegnaland terá um investimento de R$ 300 milhões

Dissegnaland terá um investimento de R$ 300 milhões


LUIZA PRADO/JC
O casal Araceli e Fabiano Ferrari, da Dissegna, prepara o Parque Dissegnaland, que deve ter a primeira etapa inaugurada no Dia das Crianças de 2021. Localizado às margens da BR-470, em Garibaldi, a área de 12 hectares receberá, em um período total de 10 anos, um complexo com parques de diversões, restaurantes, entre outras atrações.
“Não pegamos uma ideia Disney, que é ter parques gigantes. Estudamos a América do Sul e parques grandes aqui têm dificuldade de gestão”, explica Fabiano, que elogia os modelos do Leolandia e do Gardaland, ambos na Itália. “Optamos por parques compactos, com espaços trabalhados e tecnologia. Nos inspiramos nos europeus. Eles têm capricho, qualidade no acabamento, detalhes no calçamento”, acrescenta.
O primeiro parque da Dissegnaland será mais voltado ao público infantil e à família e a estimativa é que gere 70 empregos diretos. Os demais, a serem inaugurados após 2021, serão focados em tecnologia e aventura, as montanhas-russas, por exemplo, estarão no Parque 3, que demanda mais investimento. Há previsão da instalação de um kartódromo indoor e estacionamento. Ao final de todas as etapas, o Dissegnaland deve contemplar 500 vagas diretas regulares e 300 temporárias. O investimento total é de R$ 300 milhões.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia

EXPEDIENTE