Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 06 de setembro de 2018.

Jornal do Comércio

Colunas

COMENTAR | CORRIGIR
Vinicius Ferlauto

Giro Rápido

Edição impressa de 06/09/2018. Alterada em 06/09 às 01h00min

De olho nos seminovos

Com o aumento da procura no Brasil por veículos seminovos nos últimos anos, a Mercedes-Benz resolveu dar atenção a esse mercado. A marca desenvolveu o "Certified", programa de certificação para automóveis seminovos Mercedes-Benz que garante a qualidade dos mesmos, assim como um exclusivo pacote de benefícios para os seus compradores, como garantia de fábrica e serviço de assistência 24 horas. Para se habilitarem, os veículos precisam ter no máximo cinco anos de uso ou 80 mil quilômetros rodados, e todos passam por uma verificação técnica. Reafirmando o grande interesse nesse negócio, a Mercedes-Benz também estenderá aos seminovos seu sistema de financiamento diferenciado, que, anteriormente, atendia apenas aos modelos zero-quilômetro. Nele, o cliente consegue adquirir um veículo com entrada de 20%, financiando mais 40% do valor em até 24 meses. Os 40% restantes podem ser liquidados de três maneiras diferentes, à escolha do comprador: à vista; um novo financiamento com taxas do momento da negociação; e a opção de devolver ao concessionário o seminovo para usá-lo como entrada na compra de um automóvel zero-quilômetro, desde que o usado continue se enquadrando nos requisitos exigidos pelo programa Certified.
Expansão agressiva
Com base em seu novo conceito de varejo, a Nissan abrirá em média uma concessionária a cada oito dias na América Latina, durante o ano fiscal de 2018. Entre abril deste ano e março de 2019, a marca japonesa construirá 44 lojas completamente novas, remodelar 34 e realocar outras 18. A iniciativa se traduzirá em 96 novas unidades, nos seguintes países: Argentina, Brasil, Chile, Peru, Colômbia, Equador, Guatemala, Haiti, Honduras, Jamaica, Paraguai, Porto Rico e República Dominicana. No Brasil, estão previstas 12 novas concessionárias, 32 remodelações e cinco relocalizações.
Elétricos para locação
Segundo a Associação Brasileira das Locadoras de Automóveis (Abla), as 11.482 empresas do segmento que atuam no País mantêm mais de 600 veículos híbridos e elétricos disponíveis para aluguel. Segundo a entidade, para que essa frota aumente, é indispensável que os governos criem incentivos para a massificação e uso de automóveis eletrificados, que teriam grande potencial para serem mais procurados por clientes da locação.
Boa fase
A Volvo Cars comemora um de seus melhores momentos no mercado brasileiro. Contabilizados os números de venda de 2018, a fabricante sueca emplacou, entre janeiro e agosto, 4.054 veículos, o que significa 16% a mais do que comercializou durante todo o ano passado. Com esse volume, a marca obteve crescimento expressivo de 85% nos oito primeiros meses deste ano, comparado a igual período de 2017. Em agosto, a Volvo faturou 778 carros, recorde histórico mensal. A demanda foi acelerada sobretudo pela gama de utilitários-esportivos, com destaque para o modelo compacto XC40, que, desde o lançamento, em abril, já soma 1.262 exemplares comercializados.
Customização em alta
A fábrica da Volkswagen Caminhões e Ônibus em Resende (RJ) alcançou um marco importante: desde sua inauguração, em 1996, mais de 100 mil veículos especiais foram produzidos sob medida para os clientes. E a demanda por esse tipo de produto não para de crescer. Em 2018, os customizados já correspondem a 25% de tudo o que é produzido na planta fluminense. O portfólio é vasto, graças aos processos implementados nos últimos anos para redução no custo e na complexidade. Para oferecer esse diferencial, a Volkswagen Caminhões e Ônibus mantém uma parceria exclusiva com o BMB, o primeiro centro de modificações do Brasil, que fica ao lado da montadora e responde pelas alterações nos caminhões.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia