Porto Alegre, segunda-feira, 20 de julho de 2020.
Dia do Amigo.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
segunda-feira, 20 de julho de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

varejo

Notícia da edição impressa de 11/05/2020. Alterada em 11/05 às 15h58min

Supermercado investe R$ 3 milhões em novas unidades

Operação de Flores da Cunha deve ser ampliada em breve

Operação de Flores da Cunha deve ser ampliada em breve


/QUALIBEM/DIVULGAÇÃO/JC
Roberto Hunoff, de Caxias do Sul
Passados seis meses do lançamento da marca, o supermercado QualiBem investe em ampliação. As duas filiais do mercado Adils, em Caxias do Sul e em Flores da Cunha, foram adquiridas em um investimento de cerca de R$ 3 milhões. "Tivemos um resultado muito bom com a primeira loja, em Caxias do Sul, e a meta de expansão que fixamos em 2019 começa a ser cumprida", afirma Cassyus Amaral Carneiro, sócio do QualiBem, ao lado de Jéssica Rech Carneiro, Cloir Vargas Santos e Cátia Regina de Cândido Vargas Santos.
Com a aquisição, a rede QualiBem passa de 45 para cerca de 80 funcionários. Quanto aos trabalhadores, todos foram demitidos pelo antigo proprietário, e os que quiseram permanecer, foram recontratados. A loja de Caxias do Sul tem praticamente o mesmo tamanho que a matriz; a de Flores da Cunha é um pouco menor. Mas não deve ficar assim por muito tempo. "Já estamos pensando na ampliação da loja de Flores da Cunha", adianta Cassyus Carneiro.
O reposicionamento de marca ocorreu em novembro do ano passado, com a transformação de uma unidade da rede Savi em QualiBem. A nova marca chegou com diversas ações focadas na qualidade dos produtos e do atendimento. "A proposta de fazer o bem e focar no cliente deu retorno e já conseguimos expandir", assinala o diretor. A marca também ajuda entidades, como todo o valor arrecadado com a venda de máscaras, a preço de custo, e o troco do bem, em que as moedas deixadas pelos clientes são usadas para beneficiar instituições que atendem pessoas em situação vulnerabilidade.
As duas novas lojas também atuarão com horário estendido, das 8h30 às 20h, de segunda a sábado, e das 8h às 12h e das 15h às 19h, aos domingos. Em respeito às ações de combate ao coronavírus, o início das operações não será marcado por festa para receber os clientes, como na inauguração de novembro "Estamos focados na prevenção à doença. Todas as nossas lojas operam com medidas de segurança e controle de número de pessoas. Depois que tudo isso passar, pretendemos fazer as inaugurações", assegura.
Comentários CORRIGIR TEXTO

EXPEDIENTE

2020