Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 22 de maio de 2018.
Dia do Apicultor.

Jornal do Comércio

Opinião

COMENTAR | CORRIGIR

artigo

22/05/2018 - 22h36min. Alterada em 22/05 às 21h09min

Liberdade de imprensa, hoje e avante

Aline Wolff
Em maio foi comemorado o Dia Internacional da Liberdade de Imprensa. Sabemos que no mundo, e aqui no Brasil, muito ainda temos que desenvolver a sociedade nos avanços à democracia e à liberdade de expressão via notícia. Sou otimista em dizer que estamos no caminho. O advento da internet, logo da globalização dos meios de comunicação, foi um passo largo e firme rumo ao futuro que se deseja.
O que preocupa em meio à liberdade de expressão é a poluição da informação e as fake news que desqualificam o trabalho da imprensa. Mas essa questão eu não contabilizo como uma preocupação. Acredito que o público aprenderá a lidar e separar, a cada dia mais, o joio do trigo.
O que fica para mim, jornalista e comunicadora, é o acesso que a informação dispõe via tecnologias em lugares remotos, tão remotos percebidos há poucas décadas. Sabemos que a comunicação hoje é democrática pelo o que se experimenta no marketing moderno quanto à interatividade entre produtor e receptor, e pelo receptor que se torna produtor a qualquer instante.
Ainda, em se tratando de canais oficiais da comunicação, de imprensa, celebro e homenageio meus colegas de profissão, especialmente pelo poder de denúncia que nosso segmento oferece à sociedade. Como sabemos, sim, a caminho tem um horizonte que parece não ter fim em relação à democratização e à liberdade da informação, contudo é a imprensa de hoje que favorece grandes investigações, disseminações de conhecimento e desenvolvimento humano. A imprensa, afirmo, segue sendo o quarto poder! Estou certa se que seguimos na causa sempre satisfeitos por contar e narrar histórias transformadoras.
Assessora de imprensa
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia