Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 31 de maio de 2018.
Corpus Christi. Dia Mundial de Combate ao Fumo.

Jornal do Comércio

Colunas

COMENTAR | CORRIGIR
Roberto Brenol Andrade

Palavra do Leitor

Notícia da edição impressa de 30/05/2018. Alterada em 29/05 às 20h23min

Endereço e a CEEE

Quem se encontrar em situação de não poder provar o endereço da sua residência, como ocorreu ao leitor Rodrigo Ferreira (Palavra do Leitor, edição de 23/05/2018 do Jornal do Comércio), poderá socorrer-se da Lei Federal nº 7.115, de 1983, cujo artigo 1º dispõe o seguinte: A declaração destinada a fazer prova de vida, residência, pobreza, dependência econômica, homonímia, quando firmada pelo próprio interessado ou por procurador bastante, e sob as penas da lei, presume-se verdadeira. Aprovada pelo Congresso Nacional, e em vigor há quase 35 anos com o propósito de contribuir para a desburocratização do Brasil, ela encontra resistências. O próprio Detran-RS, mencionado pelo referido leitor, elenca em três incisos da sua Portaria nº 504/2011 os seus documentos hábeis para fazer prova de residência, ali não relacionada, porém, a declaração assinada pelo interessado. Quase no final do texto, a portaria dispõe que o requerente deverá firmar declaração com firma reconhecida por autenticidade em tabelionato, sem fazer menção à existência da Lei Federal nº 7.155. (Dorvalino João Uez, Iraí/RS)
Correios
Propaga-se que mais de 500 agências dos Correios serão fechadas em todo o País, sob a justificativa da necessidade de reajuste financeiro. Com isso, dez por cento (10%) dos municípios brasileiros ficarão desprovidos desse serviço público. Como a agência de Rio Pardo é uma das mais antigas do Estado, espera-se que seja poupada da iminente degola. (Fernando Wunderlich, advogado, Rio Pardo/RS)
Incapacidade
Temos excesso de políticos e escassez de gestores! Significa empobrecimento da área pública. Diante de qualquer fato, muita gente para falar, criticando ou defendendo posição, mas ninguém, ou raramente, com proposta factível de solução. Mas, os desafios são muitos e chegam! (Jorge Lisbôa Goelzer, advogado, Erechim/RS)
Batalhão Suez
Será neste dia 2 de junho, sábado, às 10h30min, no Colégio Militar de Porto Alegre, a posse do novo presidente da Associação Brasileira dos Ex-Integrantes do Batalhão Suez-RS (Abibs-RS), coronel da reserva Luiz Augusto Cristovão Liotti. O cargo será transmitido pelo atual presidente Alfredo Marcelino dos Santos Filho. Após a cerimônia, haverá o tradicional almoço de confraternização no Clube Sargento Expedicionário Geraldo Santana. (Silvioluiz Fuhrmann, Abibs-RS)
Heroísmo
Quando muitos têm ojeriza contra os imigrantes que chegam à Europa em busca de uma recomeço de vida, é justo homenagear Mamoudou Gassama, de 22 anos, um jovem e ilegal imigrante africano de Mali que escalou a fachada de prédio em Paris para salvar uma criança de quatro anos, dependurada em uma sacada. Foi um herói. (Marta Gonçalves, Jaguarão/RS)
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Francisco Berta Canibal 31/05/2018 07h18min
Estamos em estado de insolvência, a pobre Nação tem muito o que pagar pós estes governos sem lógica administrativa pública, é só corrupção, não é só o Correio, muitos outros serviços poderão ser suspensos em vários municípios, este é o ônus por acreditarem em falsos políticos.
Dorian R. Bueno 30/05/2018 13h14min
INTERNACIONAL ESTÁ NA HORA DE VENCER O VITÓRIA!!!nMesmo que o time deles tenha conseguido, uma larga vantagem nos últimos confrontos, hoje será a nossa vez de vencer. Já está na hora de falar na língua cultural deles, e jogar um grande futebol dentro do Barradão. Mais uma vez não teremos o mesmo time, mas creio que estamos subindo a ladeira do Brasileirão bem devagarito Tchê. Timbalada, reggae, samba e afoxé. Axé music, olodum, e muita fé. Mistura quente com pimenta e dendê. Tudo isto dentro do campo, o Coloradonvai ter que vencer. Amém!!!nAbs. Dorian Bueno, desempregado, mas abençoado por Deus para estar aqui junto de vocês. POA, 30.05.2018