Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 05 de abril de 2018.

Jornal do Comércio

Esportes

CORRIGIR

Inter

Notícia da edição impressa de 05/04/2018. Alterada em 05/04 às 02h38min

'Vamos encarar cada partida como uma guerra', diz D'Alessandro

No dia em que o Inter comemorou 109 anos de história, o escolhido para falar após o treino foi o capitão D'Alessandro. De forma realista e direta, como lhe é peculiar, o camisa 10 falou sobre o momento de reconstrução que o time vive e afirmou que cada partida do Campeonato Brasileiro será tratada "como uma guerra". Hoje, às 16h, o técnico Odair Hellmann terá a oportunidade para fazer mais testes em jogo-treino diante do São José, às 16h, no Beira-Rio.
D'Ale chegou na sala de coletivas vestindo uma camiseta com a frase "Nascido para torcer para o Inter" e falou sobre o momento vivido pelo clube, fazendo uma projeção de como será a campanha no Brasileirão e na Copa do Brasil, competições as quais o Inter ainda tem a disputar nos próximos meses. "Hoje é um dia especial, o torcedor começa a lembrar feitos relevantes, como diz o nosso hino. Momentos não tão bons também são lembrados, mas a vida é assim, vamos precisar passar por alguns obstáculos", alertou.
Sobre os reforços que chegaram ao clube e o que esperar sobre o desempenho do time no campeonato nacional, o argentino não titubeou. "Somos conscientes de que a história do clube está em outro momento e o torcedor tem que entender isso. O Inter não é o Inter dos últimos anos, em que mandava no jogo, e  que com 20 minutos estava ganhando. Temos que entender que precisamos de mais. Trabalhar, correr, marcar, nos doar. O momento é outro, o grupo sabe disso. Vamos encarar cada jogo como uma guerra", projetou.
O camisa 10 estará em campo na tarde de hoje, quando o Colorado realiza um jogo-treino com o Zequinha. Para esta partida, Hellmann fará outros testes em relação ao time que empatou sem gols com o Caxias, no último fim de semana. Como Iago, que realiza trabalho de reforço muscular, está fora, Uendel volta à lateral-esquerda. No lado direito, Fabiano será o titular. No ataque, o escolhido para começar é Rossi. O provável time para enfrentar o São José: Marcelo Lomba; Fabiano, Rodrigo Moledo, Víctor Cuesta e Uendel; Rodrigo Dourado, Edenilson, D'Alessandro, Patrick e Rossi; Roger.
CORRIGIR
Seja o primeiro a comentar esta notícia