Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 12 de junho de 2019.
Dia dos Namorados.

Jornal do Comércio

29/05/2019 - 19h43min.
Alterada em 12/06 às 11h58min
COMENTAR| CORRIGIR

Ou nos tornamos ágeis para atender as mudanças, ou não sobreviveremos, diz Gerdau

Empresário diz que a modernização dos governos só vai acontecer com pressão da sociedade civil

Empresário diz que a modernização dos governos só vai acontecer com pressão da sociedade civil


LUIZA PRADO/JC
A pergunta é direta e necessária, afinal, estamos diante de um dos mais importantes empresários brasileiros, Jorge Gerdau Johannpeter, acostumado a grandes desafios: como é liderar uma empresa neste mundo em constante transformação?
“Muito mais difícil do que no passado. Na minha vida empresarial, sempre tive condições de enxergar lá na frente o que iria acontecer. Mas hoje é preciso uma inquietação absoluta e permanente, pois as previsibilidades estão muito difíceis. Ou nos tornamos ágeis e nos capacitamos para atender a essas mudanças, ou não sobreviveremos”, alerta. O empresário é um dos personagens da série Mentes Transformadoras, uma realização do Jornal do Comércio.
Essa realidade impõe atenção redobrada. As companhias de maior porte, que têm contato maior com o mercado internacional, estão conseguindo acelerar. Mas, toda economia, o que inclui também as pequenas empresas, precisa acompanhar o ritmo “É preciso que haja consciência em todos os níveis empresariais de que esse é um movimento global. Não tem meia opção. Temos que assumir essa visão e nos capacitar para a inovação”, aponta Gerdau.
> Vídeo: como o empresário reage e encara os desafios da inovação 
O empresário avalia que o Brasil ainda está andando relativamente lento, e o que pode ajudar a explicar isso é o fato de que o próprio governo, que tem uma parcela do importante do Produto Interno Bruto (PIB), também está atrasado na era digital em relação aos países mais desenvolvidos. “A modernização dos governos e dos políticos só vai acontecer com pressão da sociedade civil. O setor público e privado precisam adotar as novas tecnologias urgentemente”, analisa.
Gerdau tem acompanhado com grande interesse o que está acontecendo nos ambientes de inovação brasileiros. “Temos exemplos fantásticos de startups. É um núcleo relativamente pequeno e que ainda não está conseguindo impactar o cenário empresarial global, mas a atitude deles está correta. Sou otimista”, comenta.

> Podcast: ouça a entrevista completa

Listen to "1- Jorge Gerdau Johannpeter | Mentes Transformadoras" on Spreaker.
> Confira mais conteúdos no canal de podcast do JC
Questionado se sente medo quando se vê diante de tantas transformações brutais, o empresário afirma, com sua postura sempre determinada. “Não gosto da palavra medo, pois ela me remete à recolhimento e fuga. Talvez um pouco de angústia até que um problema não seja resolvido. Na minha filosofia de vida, temos de acreditar na nossa capacidade de, com o trabalho das nossas equipes, vencer os desafios”, conclui.
Na próxima edição: Pedro Englert, CEO da StartSe (6 de junho)
  Jorge Gerdau Johannpeter, empresário (30/5)
  Pedro Englert, CEO da StartSe (6/6)
  Jorge Audy, superintendente de Inovação e Desenvolvimento da Pucrs (veicula em 13/6)
  Monica Timm, CEO da plataforma de leitura Elefante Letrado (veicula em 20/6)
  José Renato Hopf, fundador e CEO 4all (veicula em 27/6)
  Cesar Leite, fundador e CEO Grupo Processor (veicula em 4/7)
  Daniel Randon, CEO das Empresas Randon (veicula em 11/7)
  Tito Gusmão, CEO da corretora digital Warren (veicula em 18/7)
  Luís Lamb, pesquisador em Inteligência Artificial e secretário de Inovação, Ciência Tecnologia do Rio Grande do Sul (veicula em 25/7)
  Susana Kakuta, diretora do Tecnosinos (veicula em 1/8)
  Guilherme Braga, cofundador e CEO da Egalitê Recursos Humanos Especiais (veicula em 8/8)
> Leia mais sobre a série Mentes Transformadoras
COMENTAR| CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia

Patrícia Knebel

Ecossistemas de inovação, tendências globais para os negócios, marketing digital, as tecnologias que são os pilares da transformação digital (como mobilidade, Internet das Coisas e Big Data) e todas as novidades que impactam o comportamento dos consumidores e o futuro das empresas e das cidades estão na coluna Mercado Digital. Estou feliz por você estar aqui.