Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 22 de janeiro de 2020.

Jornal do Comércio

29/05/2019 - 19h43min.
Alterada em 08/08 às 14h27min
COMENTAR | CORRIGIR

Ou nos tornamos ágeis para atender as mudanças, ou não sobreviveremos, diz Gerdau

Empresário diz que a modernização dos governos só vai acontecer com pressão da sociedade civil

Empresário diz que a modernização dos governos só vai acontecer com pressão da sociedade civil


LUIZA PRADO/JC
A pergunta é direta e necessária, afinal, estamos diante de um dos mais importantes empresários brasileiros, Jorge Gerdau Johannpeter, acostumado a grandes desafios: como é liderar uma empresa neste mundo em constante transformação?
A pergunta é direta e necessária, afinal, estamos diante de um dos mais importantes empresários brasileiros, Jorge Gerdau Johannpeter, acostumado a grandes desafios: como é liderar uma empresa neste mundo em constante transformação?
“Muito mais difícil do que no passado. Na minha vida empresarial, sempre tive condições de enxergar lá na frente o que iria acontecer. Mas hoje é preciso uma inquietação absoluta e permanente, pois as previsibilidades estão muito difíceis. Ou nos tornamos ágeis e nos capacitamos para atender a essas mudanças, ou não sobreviveremos”, alerta. O empresário é um dos personagens da série Mentes Transformadoras, uma realização do Jornal do Comércio.
Essa realidade impõe atenção redobrada. As companhias de maior porte, que têm contato maior com o mercado internacional, estão conseguindo acelerar. Mas, toda economia, o que inclui também as pequenas empresas, precisa acompanhar o ritmo “É preciso que haja consciência em todos os níveis empresariais de que esse é um movimento global. Não tem meia opção. Temos que assumir essa visão e nos capacitar para a inovação”, aponta Gerdau.
> Vídeo: como o empresário reage e encara os desafios da inovação 
O empresário avalia que o Brasil ainda está andando relativamente lento, e o que pode ajudar a explicar isso é o fato de que o próprio governo, que tem uma parcela do importante do Produto Interno Bruto (PIB), também está atrasado na era digital em relação aos países mais desenvolvidos. “A modernização dos governos e dos políticos só vai acontecer com pressão da sociedade civil. O setor público e privado precisam adotar as novas tecnologias urgentemente”, analisa.
Gerdau tem acompanhado com grande interesse o que está acontecendo nos ambientes de inovação brasileiros. “Temos exemplos fantásticos de startups. É um núcleo relativamente pequeno e que ainda não está conseguindo impactar o cenário empresarial global, mas a atitude deles está correta. Sou otimista”, comenta.

> Podcast: ouça a entrevista completa

Questionado se sente medo quando se vê diante de tantas transformações brutais, o empresário afirma, com sua postura sempre determinada. “Não gosto da palavra medo, pois ela me remete à recolhimento e fuga. Talvez um pouco de angústia até que um problema não seja resolvido. Na minha filosofia de vida, temos de acreditar na nossa capacidade de, com o trabalho das nossas equipes, vencer os desafios”, conclui.

Quem são as 11 Mentes Transformadoras:

  Jorge Gerdau Johannpeter, empresário 
  Pedro Englert, CEO da StartSe 
  Jorge Audy, superintendente de Inovação e Desenvolvimento da Pucrs 
  Mônica Timm, CEO da plataforma de leitura Elefante Letrado 
  José Renato Hopf, fundador e CEO 4all 
  Cesar Leite, fundador e CEO Grupo Processor 
  Daniel Randon, CEO das Empresas Randon 
  Tito Gusmão, CEO da corretora digital Warren
  Luís Lamb, pesquisador em Inteligência Artificial e secretário de Inovação, Ciência Tecnologia do Rio Grande do Sul
  Susana Kakuta, diretora do Tecnosinos
  Guilherme Braga, cofundador e CEO da Egalitê Recursos Humanos Especiais
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia
Patrícia Knebel
Patrícia Knebel
Ecossistemas de inovação, tendências globais para os negócios, marketing digital, as tecnologias que são os pilares da transformação digital (como mobilidade, Internet das Coisas e Big Data) e todas as novidades que impactam o comportamento dos consumidores e o futuro das empresas e das cidades estão na coluna Mercado Digital. Estou feliz por você estar aqui.