Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 22 de março de 2018.

Jornal do Comércio

Cultura

COMENTAR | CORRIGIR

ACONTECE

Notícia da edição impressa de 23/03/2018. Alterada em 22/03 às 17h48min

Coletivo Braguay abre seleção para para residência artística na fronteira

Coletivo busca promover, difundir e valorizar diversidade do território de fronteira

Coletivo busca promover, difundir e valorizar diversidade do território de fronteira


MARIA LUISA DE LEONARDIS/DIVULGAÇÃO/JC
Promoção, difusão e valorização da diversidade do território de fronteira. O objetivo dos artistas Maria Luisa de Leonardis, Rosario Brochado, Elena Aguerre e Pori Ferrer com o coletivo Braguay é realizar todos esses aspectos por meio de pesquisas, oficinas, exposições, mostras e até manifestações das mais diversas formas de arte. Desta vez, o grupo organiza uma seleção de dois artistas para residência artística entre as fronteiras de Brasil e Uruguai, em Santana do Livramento e Rivera.
A iniciativa faz parte do projeto Residência: Braguay, contemplado pelo FAC Artes Visuais, da Secretaria de Estado da Cultura, Turismo, Esporte e Lazer, que busca envolver artistas do Estado e fronteiriços na realização de atividades com as comunidades de Livramento e Rivera. Voltado para os artistas visuais de fora das duas cidades, a intenção é criar condições de pesquisa para os mesmos, com aporte financeiro para custos de transporte, hospedagem e alimentação durante os 10 dias de residência. Os selecionados contarão com verba de R$ 1 mil para expor resultados de sua pesquisa de residência na galeria do Braguay.
As inscrições são individuais e gratuitas, e devem ser feitas pela internet até 7 de abril. A disponibilidade para a realização da residência deve ser na primeira quinzena de maio e na primeira quinzena de junho.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia