Porto Alegre, sexta-feira, 24 de julho de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
sexta-feira, 24 de julho de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Saúde

- Publicada em 15h42min, 24/07/2020. Atualizada em 18h06min, 24/07/2020.

Santa Casa de Porto Alegre amplia mais a meta de novos leitos de UTI

Furo de caixa do grupo pode chegar a R$ 20 mi mensais

Furo de caixa do grupo pode chegar a R$ 20 mi mensais


MARCO QUINTANA/JC
Patrícia Comunello
A UTI exclusiva para Covid-19 do complexo da Santa Casa de Porto Alegre terá maior ampliação do que a previsão feita na semana passada pela instituição. Os leitos de terapia intensiva são os recursos técnicos mais demandados na pandemia que gera elevada ocupação e que seria a principal razão para eventual lockdown, afastado por enquanto. Serão dez vagas a mais, além das 40 anunciadas, parte já aberta, revelou o diretor-geral da Santa Casa, Julio Mattos.
A UTI exclusiva para Covid-19 do complexo da Santa Casa de Porto Alegre terá maior ampliação do que a previsão feita na semana passada pela instituição. Os leitos de terapia intensiva são os recursos técnicos mais demandados na pandemia que gera elevada ocupação e que seria a principal razão para eventual lockdown, afastado por enquanto. Serão dez vagas a mais, além das 40 anunciadas, parte já aberta, revelou o diretor-geral da Santa Casa, Julio Mattos.
Com isso, a estrutura exclusiva chegará a 90 leitos para pacientes da pandemia. Nesta semana, a UTI chegou a 73 vagas (todas abertas para o esforço da crise sanitária). O teto de 90 será atingido na semana que vem, garante Mattos. 
A possibilidade de mais acréscimos de vagas na Santa Casa na Capital, explica o gestor, esbarraria na limitação de equipes - a Santa Casa descarta, por exemplo, 'importar' profissionais de outros estados -, ou teria de ser buscada com redução de atendimentos em outras ´reas de assistência, o que se busca evitar, observa Mattos. A instituição tem ainda 160 leitos de UTI - outras especialidades de adultos e 80 na pediatria.
Para dar conta das equipes para ativar a assistência em mais leitos confirmados, a Santa Casa está contratando médicos e técnicos de enfermagem. No polo de saúde do complexo no Centro Histórico da Capital, há ainda mais 51 vagas em enfermaria para cuidados de doentes com a nova doença.  
{'nm_midia_inter_thumb1':'https://www.jornaldocomercio.com/_midias/jpg/2020/07/21/206x137/1_pandemia_leitos_uti_santa_casa_jornal_do_comercio-9099737.jpeg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5f1759a46a9c5', 'cd_midia':9099737, 'ds_midia_link': 'https://www.jornaldocomercio.com/_midias/jpg/2020/07/21/pandemia_leitos_uti_santa_casa_jornal_do_comercio-9099737.jpeg', 'ds_midia': 'Pandemia - leitos para tratar pacientes com o novo coronavírus - Complexo Santa Casa - 17 leitos em nova área de UTI.  ', 'ds_midia_credi': 'NICOLE ROSA DA SILVA/SANTA CASA/DIVULGAÇÃO/JC', 'ds_midia_titlo': 'Pandemia - leitos para tratar pacientes com o novo coronavírus - Complexo Santa Casa - 17 leitos em nova área de UTI.  ', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '800', 'cd_midia_h': '368', 'align': 'Left'}
Dezessete leitos foram abertos esta semana para receber casos do novo coronavírus. Foto: Nicole Rosa da Silva/Divulgação
"Todo o Pavilhão Pereira Filho está isolado exclusivo para Covid-19, com sistema de segurança e gestão de risco", descreve o diretor-geral.  
Mattos destaca dois fatores que norteiam a estratégia para ofertar mais capacidade: a mobilização do corpo clínico para atender a chamados para preencher vagas - o que permite a expansão de leitos -, e montagem de equipes combinando profissionais com muita experiência e novos contratados.   
"Estávamos com dificuldade de preencher as vagas e fizemos um chamamento e tivemos resposta imediata. Os médicos estão em um grande esforço para colocar seu conhecimento para salvar vidas", valoriza o diretor-geral.  
Além de reforçar a operação na sede, a Santa Casa vai abrir nos próximos dias mais dez vagas de UTI no Hospital Dom João Becker, em Gravataí, que recebe demanda do entorno. O Dom João Becker integra o complexo porto-alegrense. O número chegará a 20 no hospital em Gravataí.
Outros hospitais abriram mais vagas de UTI, como o hospital inaugurado em Guaíba, mais leitos em Charqueadas e no Hospital da Brigada Militar, na Capital. Os gestores do Hospital Beneficência Portuguesa, também em Porto Alegre, confirmaram que vão ofertar 19 leitos de terapia intensiva para pacientes de convênios e privados. A intenção é abrir na próxima semana.

Novas vagas afastam lockdown em Porto Alegre

A ampliação de leitos que é registrada em Porto Alegre e RMPA pode afastar ainda mais a proposta de um lockdown, que chegou a cogitado pelo prefeito Nelson Marchezan Júnior, há uma semana. Julio Mattos, esteve na última reunião entre prefeito e hospitais. Mesmo defendido pela direção do Hospital de Clínicas, que tem lotação acima de 90% na UTI Covid, o fechamento perdeu força. A Santa Casa defende mais ações para aumentar a adesão ao isolamento social.
A medida poderia ser decretada caso houvesse pedido dos hospitais, sinalizou Marchezan. O impacto para outros atendimentos e para setor econômicos é ponderado para adiar a medida. Nesta sexta-feira, são 328 em UTIs, sendo 291 confirmados e 37 suspeitos. A prefeitura começou a divulgar casos que aguardam leitos em emergências. Pelo número, 13 confirmados com a nova doença esperam por leito. 
Mattos acredita que uma demanda muito maior por vagas, antes de um lockdown, poderia ser apoiada por emergências e salas de recuperação. "Espaços físicos não faltam. O problema são profissionais e técnicos habilitados para cuidar dos pacientes", atenta o gestor.
Comentários CORRIGIR TEXTO