Luka Pumes

A PF - Por Favor! aposta em comida caseira e funciona somente por entregas

Donos da Woking Thai Food lançam nova marca de marmitas

Luka Pumes

A PF - Por Favor! aposta em comida caseira e funciona somente por entregas

“Queremos ser para o mercado de marmitas o que a Havaianas representa para os chinelos.” Marcelo Mancuso e Gabriel Gandolfi, sócios responsáveis pela PF - Por Favor!, estipularam uma meta alta. Sem medo de demonstrar a expectativa, os empreendedores querem se tornar referência no delivery de comida caseira.

Ops! Este conteúdo é exclusivo para assinantes...

“Queremos ser para o mercado de marmitas o que a Havaianas representa para os chinelos.” Marcelo Mancuso e Gabriel Gandolfi, sócios responsáveis pela PF - Por Favor!, estipularam uma meta alta. Sem medo de demonstrar a expectativa, os empreendedores querem se tornar referência no delivery de comida caseira.
Sócios também no Woking Thai Food, especializado em comida tailandesa, Marcelo e Gabriel foram precisos ao definir os motivos do novo investimento. “Um negócio complementa o outro. Pensamos de forma que uma marca faça a outra crescer e desperte interesse de grandes investidores. Mas também tem a questão do comer melhor, se alimentar de fato, não só matar a fome. Quando vemos alguém comendo um hambúrguer ou um pastel no carro, no horário do almoço, nos perguntamos para onde tudo está se encaminhando”, disserta Gabriel.
A montagem do cardápio da PF foi elaborada junto a pesquisas de mercado e de público. “Nós comemos muito para criar esse cardápio. Fomos a muitos lugares que serviam comida que poderia remeter a boas lembranças. Escolhemos 40 combinações e pedimos para as pessoas responderem quais eram suas preferidas. Ficaram, então, 15 opções e aí montamos nossa proposta”, explica Marcelo.
Sob o comando da cozinha, a chef Angela Xavier, que já esteve no outro empreendimento de Marcelo e Gabriel, garante que suas influências na hora de temperar a comida são simples e eficazes. “Cozinho há 23 anos. É um grande orgulho para mim. A influência que eu trago para cá é da comida de vó, a comida de mãe, a culinária do afeto. Trabalhei em grandes restaurantes, estive imersa em outras culinárias, mas aqui me sinto em casa e isso torna prazeroso para quem consome.”
Marcelo agrega, ainda, que alguns pequenos cuidados dão a diferença nos pratos da PF. “É o sal temperado, um limãozinho na salada, coisas simples que passam um entendimento de um tempero particular que tu não encontras em um buffet tradicional. Sem falar da banana à milanesa que acompanha a carne de panela, o bolinho de couve que vai junto com uma outra opção de carne que temos.”
As combinações do delivery foram pensadas de forma com que fossem balanceadas. “Listamos todos os acompanhamentos e carnes de maior gosto da galera. Sempre tem o carboidrato, a proteína e o vegetal. Sexta é nosso dia mais livre. Mas sempre tem uma opção com carne, com frango e vegetariana”, aponta Gabriel.
Sobre o envolvimento da marca com os clientes, Gabriel traça a linha entre estratégias comerciais e desejo de bem-estar do consumidor. “Queremos criar vínculo afetivo. Não tem quem faça dessa maneira. Temos frase na embalagem e queremos que as pessoas vivam mais, tenham mais tempo para comer. Tenham gatilhos ao parar meia horinha e ligar para um amigo, sentir vontade de abraçar alguém. É nossa forma de vender, mas não se trata apenas disso.”
A PF - Por Favor! tem sua cozinha no complexo do Delivery Center, na Avenida Protásio Alves, e funciona das 11h às 15h e das 18h às 23h, de segunda à sábado. O preço médio é de R$ 23,90. 
Luka Pumes

Luka Pumes - repórter do GeraçãoE

Receba matérias deste autor
Luka Pumes

Luka Pumes - repórter do GeraçãoE

Receba matérias deste autor

Deixe um comentário