Porto Alegre, terça-feira, 17 de novembro de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
terça-feira, 17 de novembro de 2020.

Galeria de imagens

ONU alerta para crise humanitária na Etiópia; milhares buscam abrigo no Sudão

Uma crise humanitária em larga escala está se desenrolando na Etiópia, advertiu a Organização das Nações Unidas (ONU) nesta terça-feira (17). Mais de 27 mil pessoas estão fugindo da região de Tigré, onde há uma operação militar em curso. O primeiro-ministro da Etiópia, Abiy Ahmed, lançou a ofensiva militar no dia 4 de novembro após acusar o partido vigente, Frente de Libertação do Povo Tigré (TPLF), de atacar tropas federais na região Norte, que faz fronteira com o Sudão e o Eritreia. A ONU relata que, desde 10 de novembro, quase 4 mil etíopes atravessam diariamente a fronteira com o Sudão, onde são instalados em campos para refugiados (foto). Segundo a Reuters, o Sudão já abriga quase 1 milhão de refugiados de diversos países, como Chade, Eritreia, República Centro-Africana e o Sudão do Sul.
 

FOTO EBRAHIM HAMID/AFP/JC
17/11/2020 - 17h09min