Porto Alegre, quinta-feira, 11 de outubro de 2018.
Dia Internacional do Combate à Obesidade.

Jornal do Comércio

Galeria de imagens

Furacão Michael provoca ventos de 250 km/h na Flórida e causa mortes e estragos

O furacão Michael passou pelo Golfo do México e chegou à Flórida na quarta-feira (10), deixando um rastro de destruição. O fenômeno tocou a terra como um furacão de categoria 4, e foi a tempestade mais violenta a atingir a Flórida em 80 anos, provocando ventos de até 250 km/h. No caminho para a Geórgia, o fenômeno foi rebaixado para tempestade tropical. Mesmo assim, causou fortes chuvas e ventos. Pelo menos duas pessoas já morreram. Os estragos causados pela força dos ventos costumam se estender e podem atingir uma área de até 75 km de distância. Foi o caso de Panama City (foto), também na Flórida, onde foram registrados estragos em diversas construções pela ventania. O governo local recomendou aos moradores de áreas de risco que deixassem suas casas. Os prejuízos na cidade já foram estimados em US$13,4 bilhões.
 

FOTO JOE RAEDLE/GETTY IMAGES/AFP/JC