Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sábado, 11 de janeiro de 2020.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

Grêmio

11/01/2020 - 12h48min. Alterada em 11/01 às 18h40min

Renato Portaluppi passa bem após procedimento e deve ter alta neste domingo

Renato fui submetido a procedimento para corrigir arritmia no coração que voltou a ocorrer

Renato fui submetido a procedimento para corrigir arritmia no coração que voltou a ocorrer


LUCAS UEBEL /GRÊMIO FBPA/JC
Patrícia Comunello
O procedimento para corrigir uma arritmia no coração do técnico Renato Portaluppi, do Grêmio, foi "tudo bem", disse o cardiologista gaúcho  Leandro Zimerman, que acompanha os cuidados prestados ao ídolo tricolor no hospital CopaStar, da rede D'Dor, no Rio de Janeiro.
O procedimento para corrigir uma arritmia no coração do técnico Renato Portaluppi, do Grêmio, foi "tudo bem", disse o cardiologista gaúcho  Leandro Zimerman, que acompanha os cuidados prestados ao ídolo tricolor no hospital CopaStar, da rede D'Dor, no Rio de Janeiro.
{'nm_midia_inter_thumb1':'', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5c6f03d777ac4', 'cd_midia':8634598, 'ds_midia_link': 'https://www.jornaldocomercio.com/_midias/gif/2019/02/21/banner_whatsapp_280x50px_branco-8634598.gif', 'ds_midia': 'WhatsApp Conteúdo Link', 'ds_midia_credi': 'Thiago Machado / Arte JC', 'ds_midia_titlo': 'WhatsApp Conteúdo Link', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '280', 'cd_midia_h': '50', 'align': 'Center'}
A ablação, realizada por meio de cateter introduzido em vasos que levam até o coração e que possibilita correções em anormalidades na condução elétrica do tecido cardíaco provocadas pela fibrilação atrial, problema comum em ex-atletas, terminou às 11h30min, após cerca de três horas. "Renato está acordado e em observação", diz nota do Grêmio, em seu site.
A equipe que executou o procedimento foi chefiada pelo cardiologista Eduardo Saad, do Copa Star, com acompanhamento de Zimerman, do Hospital Moinhos de Vento, de Porto Alegre, e que fez a mesma intervenção em janeiro de 2019 na Capital.
Segundo o clube, Renato ficará 24 horas em observação, "se não houver intercorrências na recuperação, recebe alta já neste domingo".
Zimerman explica que foram cauterizados "pontos que reconectaram do procedimento anterior"; "Fizemos uma série de cauterizações a mais, para dar mais chances de cura. O resultado final foi muito bom mesmo. Ele já está no quarto, conversando, e se sentindo bem", descreve o cardiologista.
O médico esclarece que poucas cauterizações realizadas há um ano tiveram de ser refeitas, o que era uma possibilidade em função da volta das arritmias. "O mais importante é que fizemos cauterizações a mais, para minimizar a chance de ele voltar a ter a fibrilação", reforça o médico gaúcho.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia