Porto Alegre, domingo, 16 de maio de 2021.
Porto Alegre,
domingo, 16 de maio de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

DISTANCIAMENTO CONTROLADO

- Publicada em 19h57min, 14/05/2021. Atualizada em 11h25min, 16/05/2021.

Veja como funcionará o novo modelo de monitoramento da pandemia no RS

Decreto com as regras foi publicado na madrugada deste domingo

Decreto com as regras foi publicado na madrugada deste domingo


LUIZA PRADO/JC
Fernanda Crancio
Apresentado na última sexta-feira (14), o Sistema 3As de monitoramento da pandemia no Rio Grande do Sul, que substitui o distanciamento controlado, é dividido em três níveis: aviso, alerta e ação. O novo modelo entra em vigor a partir da 0h de domingo (16). O decreto com as regras foi publicado na madrugada deste domingo.
Apresentado na última sexta-feira (14), o Sistema 3As de monitoramento da pandemia no Rio Grande do Sul, que substitui o distanciamento controlado, é dividido em três níveis: aviso, alerta e ação. O novo modelo entra em vigor a partir da 0h de domingo (16). O decreto com as regras foi publicado na madrugada deste domingo.

O sistema funcionará da seguinte forma:

Aviso
  • Quando o governo detecta uma tendência, o grupo de trabalho (GT) da Saúde emitirá um aviso para a equipe técnica de cada região Covid;
  • Ao detectar outras situações, como redução no ritmo da vacinação, o GT também emitirá um aviso para a equipe técnica da região;
  • Ao receber o aviso, a região deverá redobrar a atenção em relação ao controle da pandemia, sendo opcional adotar novas medidas;
Alerta
  • Quando o governo detecta uma tendência grave, o GT Saúde informa o Gabinete de Crise sobre a necessidade de emitir um alerta para a região Covid;
  • Se o Gabinete de Crise decide não emitir alerta, a região segue em monitoramento até a próxima reunião do GT;
Ação
  • Se o Gabinete de Crise decidir emitir um alerta, a região terá 48 horas para detalhar o quadro da pandemia e apresentar uma proposta de ações a serem tomadas (como protocolos mais rígidos, intensificação da fiscalização, etc);
  • Se o Gabinete de Crise considerar adequada a resposta da região, a proposta é imediatamente aplicada, e a região segue sendo monitorada pelo GT.
  • Se o Gabinete de Crise não considerar adequada a resposta, o governo poderá intervir e estipular ações adicionais a serem seguidas na região em alerta.
Monitoramento
  • A equipe técnica do Executivo analisará permanentemente o quadro da pandemia, com indicadores que não serão pré-fixados, o que permitirá ampliar as informações e identificar novas tendências de crescimento.
  • A velocidade da propagação e a capacidade de atendimento seguirão sendo eixos importantes no acompanhamento da evolução da pandemia.
  • Haverá publicação diária de boletim regional
  • Serão monitorados dados de casos confirmados, óbitos, hospitalizações e vacinações.
  • Os avisos e alertas também poderão se basear em informações que não constam no boletim.

Protocolos

Gerais Obrigatórios
Devem ser seguidos pela população, em todas as atividades e municípios, como usar máscara, evitar aglomerar, manter circulação de ar, higiene das mãos, uso de álcool gel, distanciamento de 2m entre pessoas, busca ativa de sintomáticos, trabalho remoto sempre que possível, respeitar lotação dos locais e fluxo de entrada e saída
De atividades
  • Obrigatórios- definidos pelo governo, específicos e devem ser seguidos pela população em cada atividade, em todos os municípios.
  • Variáveis- definidos pelo governo como padrão para cada atividade, considerando seu risco e o quadro atual da pandemia; poderão ser ajustados por cada região para adequá-los à sua realidade, desde que cumpram os requisitos mínimos.
Comentários CORRIGIR TEXTO
Conteúdo Publicitário