Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 22 de maio de 2018.
Dia do Apicultor.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

Igreja Católica

Notícia da edição impressa de 23/05/2018. Alterada em 22/05 às 20h22min

Arcebispo australiano é condenado por acobertar abusos sexuais

Um arcebispo australiano que foi o religioso da Igreja Católica de nível mais alto no mundo a ser alvo da Justiça por acobertar casos de abuso sexual de padres foi condenado a dois anos de prisão. O veredicto foi divulgado ontem pelo juiz Robert Stone, da corte local de Newcastle.
Dirigente da Arquidiocese de Adelaide desde 2001, Philip Wilson, de 67 anos, é acusado de omitir os crimes do padre James Fletcher, que abusou de coroinhas nos anos de 1970. Fletcher foi condenado, em 2004, a oito anos de prisão, mas morreu em 2006. Duas vítimas afirmam que contaram o crime a Wilson, que era padre assistente na paróquia.
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia