Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 21 de maio de 2018.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Agronegócios

Notícia da edição impressa de 22/05/2018. Alterada em 21/05 às 20h26min

Custos de produção de suínos e de frangos de corte acumulam mais um mês de aumento

Os custos mensais de produção de suínos e de frangos de corte calculados pela Central de Inteligência de Aves e Suínos (Cias) da Embrapa voltaram a subir no mês de abril em comparação a março. O ICPSuíno/Embrapa fechou em 226,53 pontos, alta de 1,76%, enquanto o ICPFrango/Embrapa chegou aos 219,91 pontos, aumento de 5,14% no período.
Novamente, os aumentos foram devidos, principalmente, às variações no item de custo "nutrição animal". Os gastos com as rações subiram 5,20% em relação a março no caso dos frangos de corte, e 1,77% no caso dos suínos. No ano, a inflação apenas da nutrição já acumula 13,89% para os frangos de corte e 12,61% para os suínos.
O ICPSuíno aumenta desde julho de 2017, quando marcou 180,78 pontos. Apenas em 2018, o índice já subiu 12,85%. O ICPFrango também aumenta sucessivamente desde agosto de 2017, quando marcava 173,91 pontos. Em 2018, o índice dos frangos de corte já acumula 14,89%.
Com o aumento nos ICPs, o custo de produção do quilo de suíno vivo em ciclo completo em Santa Catarina passou de R$ 3,89 em março para R$ 3,96 em abril. Já o custo de produção de frango de corte no Paraná, calculado a partir dos resultados de custos de produção para aviário tipo climatizado em pressão positiva, passou de R$ 2,70 para R$ 2,84 por quilo vivo em abril. Ambos estados são usados como referência por serem os maiores produtores nacionais. Os índices de custos de produção foram criados em 2011 pela equipe de socioeconomia da Embrapa.
A Embrapa Suínos e Aves disponibilizou uma atualização da planilha eletrônica que ajuda produtores de suínos e de frango de corte integrados na gestão da granja. A nova versão permite interpretar melhor os resultados, porque além de comparar a receita obtida com os custos de produção, também acompanha a geração de caixa da granja e o impacto da prestação do financiamento. Ela ainda faz uma análise do resultado e apresenta uma estimativa da Taxa Interna de Retorno do investimento realizado. A planilha pode ser baixada de graça no site da Cias. Disponível para download gratuito, o Custo Fácil auxilia o produtor integrado e a assistência técnica a organizar as informações necessárias para estimar o custo de produção e obter relatórios úteis para a gestão da granja.
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia