Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 17 de maio de 2018.

Jornal do Comércio

Cultura

COMENTAR | CORRIGIR

Acontece

Notícia da edição impressa de 18/05/2018. Alterada em 17/05 às 17h30min

Ospa faz concerto especial no Salão de Atos da Ufrgs

Repertório foi pensado para valorizar as relações entre as diferentes esferas da arte

Repertório foi pensado para valorizar as relações entre as diferentes esferas da arte


LUIZA DORNELES/DIVULGAÇÃO/JC
Sob a batuta de Antônio Carlos Borges-Cunha, a Orquestra Sinfônica de Porto Alegre (Ospa) tem apresentação no Salão de Atos da Ufrgs (Paulo Gama, 110) nesta sexta-feira, às 20h30min. A atividade integra a programação da Bienal do Mercosul e tem ingressos entre R$ 20,00 e R$ 40,00.
O repertório foi pensado para valorizar as relações entre as diferentes esferas da arte. Entram em pauta Evocação de Augusto Meyer, do gaúcho Armando Albuquerque, ligado às artes visuais e literatura; 4'33", de John Cage, nunca executada pela Ospa; Noturno para piano e orquestra, escrita pelo próprio Borges-Cunha, em estreia; e Concerto para piano em fá, de George Gershwin.
A interpretação da última obra conta com participação especial de Olinda Allessandrini no piano. Ela vai fazer os solos do trabalho, considerado pelo maestro o mais importante do compositor norte-americano, por sua inventividade e conteúdo.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia