Porto Alegre, domingo, 01 de abril de 2018.

Jornal do Comércio

Galeria de imagens

Cinco anos após ataque, Malala volta ao Paquistão

Cinco anos após ter sido atacada enquanto voltava da escola - quando extremistas do braço paquistanês do Taleban invadiram o ônibus que a transportava e atiraram na cabeça da adolecente -, a jovem Malala Yousafzai voltou à sua cidade natal, Mingora, no Vale do Swat, noroeste do Paquistão. Atacada aos 14 anos por defender o direito das mulheres de receberem educação, Malala teve sua luta reconhecida mundialmente ao ser homenageada, em 2014, com o prêmio Nobel da Paz. Na última quinta-feira (29), durante sua viagem de quatro dias ao Paquistão, ela fez o trajeto entre Islamabad e Mingora helicóptero, escoltada por forte segurança. Após o ataque sofrido em 2012, Malala recebeu tratamento no Paquistão e foi levada para a Inglaterra, onde vive e está se formando em política, filosofia e economia. Ela diz ter planos de voltar a seu país quando concluir os estudos.
 

FOTO ABDUL MAJEED/AFP/JC
01/04/2018 - 18h19min