Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 28 de março de 2018.

Jornal do Comércio

Cultura

COMENTAR | CORRIGIR

Acontece

Notícia da edição impressa de 29/03/2018. Alterada em 28/03 às 17h34min

Pedrinho Figueiredo apresenta sua bossa nova no Cisne Branco

Pedrinho Figueiredo faz show no Cisne Branco

Pedrinho Figueiredo faz show no Cisne Branco


/EDUARDO ROCHA/DIVULGAÇÃO/JC
O flautista e saxofonista Pedrinho Figueiredo promove uma reedição do show A tardinha cai, e o barquinho vai - 60 anos de Bossa Nova nesta quinta-feira. A apresentação acontece no Cisne Branco, com embarque no Armazém B3 do Cais do Porto (Mauá, 1.050), às 18h. Ingressos a R$ 40,00.
Com Luiz Mauro Filho no piano, o espetáculo destaca clássicos da bossa nova. Entram em pauta discos de Elizeth Cardoso - Canção do amor demais - e Chega de saudade, de João Gilberto. Os dois discos completam seis décadas em 2018. Já o show integra as atividades comemorativas aos 40 anos do Cisne Branco.
Já Pedrinho Figueiredo tem no currículo participação em mais de 400 gravações. Ao longo de sua trajetória, fez arranjos para Orquestra de Câmara da Ulbra, Orquestra Sinfônica de Porto Alegre e Banda Municipal de Porto Alegre - além de integrar o grupo de Renato Borghetti.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia