Porto Alegre, quinta-feira, 01 de fevereiro de 2018.

Jornal do Comércio

Galeria de imagens

Eclipse da 'superlua azul de sangue' é observado nos Estados Unidos, Ásia e Oceania

A Superlua azul de sangue ocorreu na quarta-feira (31) e pôde ser melhor observada no Costa Oeste dos Estados Unidos, na Ásia e na Oceania. A foto mostra o estreito de Bósforo, em Istambul. O fenômeno é uma conjunção astronômica pouco comum: é quando ocorrem, ao mesmo tempo, as chamadas Superlua, Lua azul e Lua de sangue - esta, uma consequência de um eclipse lunar total. Os brasileiros, no entanto, com exceção de moradores de algumas localidades do extremo Norte, não puderam observar o eclipse. A maioria da população teve que se contentar com a Superlua, fenômeno que ocorre várias vezes ao ano. A Lua azul é o nome dado à segunda lua cheia que acontece em um mesmo mês. Já a Lua de sangue ocorre durante um eclipse lunar total, quando a sombra da Terra se projeta sobre a Lua, deixando-a avermelhada. 
 

FOTO YASIN AKGUL/AFP/JC
01/02/2018 - 12h54min