Porto Alegre, terça-feira, 19 de dezembro de 2017.

Jornal do Comércio

Galeria de imagens

Prefeitura destrói 30 mil produtos ilegais apreendidos

Cerca de 30 mil produtos de vendedores ambulantes foram destruídos pela prefeitura de Porto Alegre nesta segunda-feira (18), parte do programa Movimento da Legalidade, contra o comércio de produtos ilegais na Capital. Conforme o coordenador do departamento de Indústria e Comércio da Secretaria Municipal do Desenvolvimento Econômico (SMDE), Denis Helfer Carvalho, somente na sexta-feira passada foram recolhidos das ruas e centros de distribuição mais de 50 mil itens (no valor de R$ 200 mil) sem procedência e falsificados, que abasteciam o comércio ilegal na cidade - entre CDs e DVDs piratas, óculos sem alvará sanitário, carteiras de cigarro e relógios. Nesta terça-feira (19), durante uma nova etapa da operação da prefeitura, houve confronto entre fiscais da prefeitura e ambulantes, os quais atearam fogo a contêineres e caixas de frutas, defendendo que o comércio é sua única garantia de renda.
 

FOTO MARCELO G. RIBEIRO/JC
19/12/2017 - 17h07min