Porto Alegre, segunda-feira, 06 de novembro de 2017.

Jornal do Comércio

Galeria de imagens

Atirador do Texas pode ter agido por motivação familiar

O atirador que matou 26 pessoas em uma igreja no Texas, nesse domingo (5), parece ter sido motivado por problemas familiares, segundo investigadores responsáveis pelo caso. A congregação escolhida por Devin Patrick Kelley é frequentada pelos pais de sua mulher, cuja avó está entre os que foram atingidos de maneira fatal. Metade dos mortos era composta por crianças, com a mais nova tendo apenas 17 meses. Esse foi o maior número de vítimas menores de idade em ataques a tiros desde o massacre na escola primária Sandy Hook, em 2012, quando 20 alunos de seis e sete anos de idade foram assassinados. O ataque ocorreu em Sutherland Springs, uma comunidade rural do Texas com pouco mais de 600 habitantes. O número de mortos representa cerca de 4% da população local e mais da metade dos fiéis da Primeira Igreja Batista. 
 

FOTO Mark RALSTON/AFP/JC
06/11/2017 - 22h11min