Porto Alegre, quarta-feira, 18 de outubro de 2017.

Jornal do Comércio

Galeria de imagens

Papa canoniza mártires brasileiros e convoca sínodo dedicado à Amazônia

Em uma missa acompanhada por 35 mil fiéis no Vaticano, o Papa Francisco canonizou, no último domingo, 30 mártires brasileiros assassinados no século XVII no Rio Grande do Norte, durante o período de dominação holandesa na região. Os padres André de Soveral e Ambrosio Francisco Ferro e mais 28 pessoas são os primeiros mártires do Brasil, mortos por índios e soldados holandeses em dois massacres no ano de 1645. Na cerimônia, também se tornaram santos três mexicanos, um italiano e um espanhol. Depois da missa, o pontífice anunciou a convocação de um sínodo (reunião de bispos) especial dedicado à Amazônia, que acontecerá em outubro de 2019, em Roma, com o objetivo de “encontrar caminhos para a evangelização daquela parte do povo de Deus, especialmente os indígenas" e também pela da “crise da floresta Amazônica".
 

FOTO TIZIANA FABI/AFP/JC
17/10/2017 - 14h19min