Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, domingo, 17 de setembro de 2017. Atualizado às 22h13.

Jornal do Comércio

Panorama

COMENTAR | CORRIGIR

Acontece

Notícia da edição impressa de 18/09/2017. Alterada em 17/09 às 18h19min

Estudo cultural

Detalhe da capa do livro

Detalhe da capa do livro


BUENAS IDEIAS/DIVULGAÇÃO/JC
Amanhã, a partir das 19h, Fernando Cacciatore lança o livro A origem do gaúcho e outros ensaios (Buenas Ideias, 128 págs., R$ 50,00) em sessão de autógrafos. O evento ocorre na Pinacoteca Rubem Berta (Duque de Caxias, 973), com entrada franca
O autor revisou grande parte da literatura disponível sobre o gaúcho no Uruguai, na Argentina e no Rio Grande do Sul. Ao longo deste processo, percebeu a influência do pensamento argentino na visão que os rio-grandenses têm deles mesmos - porque sua história foi escrita segundo parâmetros argentinos.
Para Cacciatore, o gaúcho de Buenos Aires não é o que temos aqui. "O nosso gaúcho vem do livre e sem rei, gaúcho da campanha e que historicamente em 1875 deixa de ser livre por causa dos arames farpados", coloca ele, crente que o "gaúcho atual foi sendo construído pelos literatos".
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia