Porto Alegre, sexta-feira, 10 de março de 2017. Atualizado às 14h56.

Jornal do Comércio

Galeria de imagens

Aeroporto Tom Jobim vira Maria da Penha em homenagem ao Dia da Mulher

Em diversos países, o Dia Internacional da Mulher, 8 de março, foi assinalado por passeadas e manifestações em favor dos direitos das mulheres, em igualdade com os homens, especialmente no mercado de trabalho e na política, com mais representatividade. No Rio de Janeiro, para marcar a data, o aeroporto internacional Tom Jobim, conhecido como Galeão, mudou seu nome temporariamente para Maria da Penha, uma ativista brasileira que lutou contra a violência doméstica. Por isso, o terminal exibe cartaz com o seu nome como homenagem. Maria da Penha é uma biofarmacêutica brasileira que sobreviveu às agressões brutais de seu marido, inclusive quando foi baleada e recebeu choques elétricos. Ela lutou por justiça nos tribunais e em 2006 uma lei, de combate à violência doméstica contra as mulheres, foi aprovada, a hoje popular Lei Maria da Penha.
 

FOTO YASUYOSHI CHIBA/AFP/JC