Porto Alegre, quinta-feira, 03 de março de 2016. Atualizado às 22h37.
Dia do Meteorologista.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
21°C
25°C
20°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 3,8010 3,8030 2,21%
Turismo/SP 3,7500 4,0500 0%
Paralelo/SP 3,7500 3,9400 2,71%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral | Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas | GeraçãoE
ASSINE  |   ANUNCIE  |   ATENDIMENTO ONLINE
COMENTAR CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR
Giro Rápido Vinicius Ferlauto


Giro Rápido

Notícia da edição impressa de 04/03/2016

Ascensão dos elétricos

A expansão nas vendas de carros elétricos pode vir a ser mais intensa do que o setor automotivo, governos e indústria do petróleo previam. Pelo menos segundo uma nova análise divulgada pela Bloomberg New Energy Finance. O estudo sugere que haverá significativas reduções nos preços das baterias e que, durante a década de 2020, os veículos elétricos se tornarão uma opção mais econômica do que os movidos a gasolina ou a diesel na maioria dos países. A pesquisa prevê que as vendas de modelos elétricos alcançarão 41 milhões de unidades até 2040, representando 35% do total de novos carros de passeio emplacados. Tal número é quase 90 vezes maior do que o verificado em 2015, quando pouco mais de 460 mil veículos elétricos foram comercializados. Para as matrizes energéticas mundiais, esse cenário projetado para 2040 também trará implicações profundas. O estudo estima que o crescimento do mercado de automóveis elétricos fará com que eles sejam um quarto da frota nas estradas até lá, diminuindo em 13 milhões de barris a demanda de petróleo bruto por dia, mas, por outro lado, utilizando 1,900 KWh de eletricidade, equivalente a cerca de 8% do consumo global de energia elétrica em 2015.
Montadoras no Marcas
Os cinco primeiros colocados entre as montadoras são os mesmos tanto na lembrança como na preferência dos entrevistados da pesquisa Marcas de Quem Decide. A premiação do levantamento, com todos os detalhes da 18ª edição da pesquisa do Jornal do Comércio, em parceria com a Qualidata, será na próxima terça-feira, 8 de março, no Centro de Eventos do Hotel Plaza São Rafael. No dia 28 de março, o JC circulará com caderno especial sobre o ranking.
História longa
Em 2016, a Scania completa 125 anos da sua fundação, na cidade de Södertalje, na Suécia. A trajetória da empresa se iniciou em 1891, quando, sob o nome de Vabis, produzia carroças, vagões e bondes puxados a cavalo. De lá para cá, a marca se tornou uma referência mundial em caminhões e veículos comerciais.
Participação estratégica
Buscando ser ainda mais competitiva no mercado mexicano um dos mais importantes para a empresa em todo o mundo , a Marcopolo participou, pela primeira vez, da Expo Foro, que termina nesta sexta-feira, na Cidade do México. A empresa lançou novos modelos de ônibus da linha MP, que complementam a atual Geração 7, produzida pela Polomex, na fábrica mexicana de Monterrey.
Linha ecológica
A Honda pretende se tornar uma fabricante de carros predominantemente "ecológicos" dentro de menos de 15 anos. A marca japonesa planeja ter, até 2030, dois terços de sua gama de produtos formados por carros híbridos, elétricos ou movidos por combustíveis alternativos, incluindo o hidrogênio, cuja "queima" gera como resíduo apenas vapor de água, que é lançado ao meio ambiente pelo sistema de escape.
Novos destinos
A fábrica da Volkswagen do Brasil em Taubaté (SP) atingiu a marca de 150 mil unidades produzidas do up! desde o lançamento do carro compacto, em 2014. Desse total, mais de 20 mil foram exportadas para Argentina, México, Uruguai e Peru. E o modelo acaba de conquistar três novos mercados externos: Paraguai, que já recebeu os primeiros exemplares do up!, além de Costa Rica e Curaçao, países para os quais os embarques começarão nas próximas semanas.
COMENTÁRIOS
Deixe seu comentário sobre este texto.



DEIXE SEU COMENTÁRIO CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR
LEIA TAMBÉM
Mobilidade compartilhada
O compartilhamento de carros já é uma atividade em expansão em países desenvolvidos e deve começar a evoluir também nos emergentes, ganhando relevância econômica e social
Estrutura consolidada
O presidente da Fiat Chrysler Automobiles (FCA) para a América Latina, Stefan Ketter, anunciou a unificação da diretoria comercial do grupo automotivo no Brasil
Controle de estabilidade 3
Conforme abordado por duas vezes na coluna, o controle eletrônico de estabilidade (ESP) será obrigatório em todos os carros zero-quilômetro fabricados no Brasil a partir de 2022
Aliança tecnológica
Honda e General Motors analisam uma parceria para desenvolver tecnologias de propulsão alternativa

 EDIÇÃO IMPRESSA

Clique aqui
para ler a edição
do dia e edições
anteriores
do JC.


 
para folhear | modo texto
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
Digite o resultado
da operação matemática
neste campo