Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Opinião

Opinião

- Publicada em 23 de Junho de 2022 às 22:20

Síndrome da Suspeita

Helder Pinheiro Mayer
Helder Pinheiro Mayer
Neste breve período de hálito do terror pandêmico no resguardo da quarentena protocolar de precaução da saúde pública (estarei vivo?!) podemos neste forçado afastamento da aglomeração urbana ser assolados, por uma avalanche de informes diversos no assombro dos fatos inusitados.
A pergunta, porém, que não deseja calar indignada” Qual será, por Deus, a causa de o Grêmio cair para Série B? “Desejam matar o Imortal Tricolor? “Ficou mais que entalada na agonia da garganta do torcedor gremista. Como um clube (já caiu, duas vezes) poderá errar tanto? Qual será essa causa?! Ainda mais, perder essa condição de estar na Série A para uns tantos outros (mínimo cinco) de ínfimos investimentos de custo banal de um lance dez vezes menor, de a nababesca folha de pagamento tricolor maior na Série “B estial ‘?
Com vários jogadores (nacionais e externos) de nível da seleção nesta equipe. (rendimento várzea) Nesta cara lista, pasmem! Até um técnico pentacampeão do mundo (Felipão) surgiu! Afora, o Departamento Médico (ou massacre?) ficou na UTI do rebaixamento vexatório, que ninguém sequer preveniu em poder evitar a contaminação do plantel, por escandalosa virose pela frágil prevenção deficiente no ambiente da instituição. (qual o responsável?) Por quê? Merece a satisfação à Torcida e aos sócios do furo no casco do navio?! Nada às vezes nadinha. Passou a mão!

E esse Departamento Jurídico seguiu também o desvio da trilha do abismo para trocar figurinhas neste marasmo durante todo o campeonato na faixa da Z-4(um pleno semestre!). Ganhou nadinha! Entre erros (pênalti inconclusivo, mas essa!) de arbitragens sucessivas. Sem nem falar, dessa tão desastrada gestão míope crônica, porém, que abriu uma infernal sepultura para o Clube cair de vez nas pífias contratações de camelô dos produtos piratas de esquina.
Agora suspeitamos, talvez seja, uma manobra pérfida nos bastidores da casamata na intenção futura de ser tipo de um futuro Cruzeiro-MG, Botafogo-RJ ou de um Vasco-RJ na eventual privatização empresarial na moda atual? (suspeita) Essa tal, “carta de coringa” escorrega da manga(quem ganha o por fora!), a queimar as orelhas numa imersão da lagoa da areia movediça da coincidente atroz (!?) semelhança neste caótico processo de desmantelamento sucessivo pelo transcorrer dos bisonhos fatos idênticos na análise da analogia dos sintomas da decadência persistente do descontrole no vestiário insistente. ]
Ou se parece com um “gourmet” de um famoso restaurante “Imortal Tricolor”, onde nas redondezas há uns diversos botecos acanhados de quinta de placas nominativas sugestivas, como, o catarinense Criciúma-Bar, Paulistano Novorizontino, Ponte Preta, ou a Vila Nova botequim, entre outros estabelecimentos decaídos no “B”estial poço sem fundo há tempos , agora prostrados entregues às baratas e ratos, que sobrevivem de minguados bagaços de baixas cotas de verbas de TV, Cruzeiro e Vasco, entre uns de farofas nordestinas, com os nomes de Bahia, CRB, entre outros esfolados ou inoportunos concorrentes menores debaixo do viaduto. Como um pobre Operário etc.

Só que, esse nosso gaúcho cozinheiro requintado de Osório, todo pavão lustroso obeso de óculos, crânio calvo, se despede do cargo honorifico neste ano, apenas faz a refeição em outro local, porém nunca consome a própria alimentação feita por ele, que prepara naquela cozinha da Arena! Só consome o falso “esperto glutão” sempre fora de lá, bem longe das vistas alheias! Disfarça as tramoias dele na artimanha da função blindada em surdina. A causa da fatídica falência declarada do estabelecimento comercial será culpa de quem?!
Inquirimos neste simples particular caso, se há omissão da única decisão de salvação de uma urgente intervenção provável da comissão dos sócios (CPI), a ficar estacionada na patética reação em defesa da agravada sobrevivência nesta visível progressão prejudicial?! Vejam, os resultados desastrosos contínuos ultrajantes, perder pênaltis, levar gols nos acréscimos, empates em carreira, entre outras varzeninjentes atitudes burlescas. Até quando esperar? C’ est la vie.
Escritor, Alvorada/RS
Conteúdo Publicitário
Leia também
Comentários CORRIGIR TEXTO