Porto Alegre,

Anuncie no JC
Jornal do Comércio. O jornal da economia e negócios do RS. 90 anos.

Publicada em 20 de Novembro de 2023 às 16:43

Bolsonaro diz que recebeu telefonema de Milei e foi convidado para a posse do argentino

Ex-presidente e seus aliados e apoiadores deram apoio a Milei durante a campanha eleitoral

Ex-presidente e seus aliados e apoiadores deram apoio a Milei durante a campanha eleitoral

FERNANDA FELTES/JC
Compartilhe:
Folhapress
O ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) afirmou nesta segunda-feira (20) que recebeu um telefonema do presidente eleito da Argentina, Javier Milei, acrescentando que foi convidado para a posse no país vizinho.
O ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) afirmou nesta segunda-feira (20) que recebeu um telefonema do presidente eleito da Argentina, Javier Milei, acrescentando que foi convidado para a posse no país vizinho.
"Recebi agora telefonema de Javier Milei, onde o cumprimentei pela vitória, bem como fui convidado para sua posse", escreveu o presidente em sua rede social. "Hoje a Argentina representa muito para todos aqueles que amam a democracia e respiram liberdade."
O ultraliberal não mencionou a ligação em suas redes sociais, embora tenha compartilhado a mensagem em que Bolsonaro o parabeniza pelo triunfo. A publicação do ex-presidente brasileiro acontece um dia após o anúncio do resultado das eleições presidenciais argentinas.
Neste domingo (19), Milei foi eleito presidente da Argentina, superando o candidato governista, o atual ministro da Economia Sergio Massa, e impondo ao peronismo sua quarta derrota em 40 anos de democracia.
O ex-presidente brasileiro e seus aliados e apoiadores deram apoio a Milei durante a campanha eleitoral. Eduardo Bolsonaro (PL-SP) chegou a viajar a Buenos Aires às vésperas da eleição.
Milei, por sua vez, manteve durante uma retórica de ataques contra o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Um dos momentos de maior tensão foi quando Milei chamou o petista de corrupto e comunista, além de acrescentar que não pretendia encontrá-lo, caso fosse eleito, durante entrevista a um jornalista peruano. "Um comunista", afirmou Milei, ao que o jornalista acrescentou: "E um grande corrupto, não?". "Por isso esteve preso", respondeu o político.

Notícias relacionadas