Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Internacional

- Publicada em 23 de Junho de 2022 às 16:16

Ucrânia dá início a 1º julgamento de soldado da Rússia acusado de estupro

Uma mulher de 33 anos foi estuprada repetidas vezes por um soldado russo na vila de Bohdanivka

Uma mulher de 33 anos foi estuprada repetidas vezes por um soldado russo na vila de Bohdanivka


SERGEY BOBOK/AFP/JC
A Ucrânia deu início nesta quinta-feira (23) à audiência preliminar do primeiro julgamento por acusações de violência sexual contra mulheres em meio à guerra que se desenrola no Leste Europeu. O suspeito é Mikhail Romanov, 32 anos, soldado e cidadão russo acusado de estuprar repetidas vezes uma mulher de 33 anos na vila de Bohdanivka, nos arredores da capital Kiev, após matar à queima-roupa o marido da vítima.
A Ucrânia deu início nesta quinta-feira (23) à audiência preliminar do primeiro julgamento por acusações de violência sexual contra mulheres em meio à guerra que se desenrola no Leste Europeu. O suspeito é Mikhail Romanov, 32 anos, soldado e cidadão russo acusado de estuprar repetidas vezes uma mulher de 33 anos na vila de Bohdanivka, nos arredores da capital Kiev, após matar à queima-roupa o marido da vítima.
Ele não está sob custódia do Estado e será julgado à revelia. Os arquivos do tribunal dizem que Mikhail estava acompanhado de outro soldado, cuja identidade ainda é desconhecida. À agência Reuters um promotor ucraniano informou que ao menos 50 casos do tipo, relacionados à violência sexual durante o conflito, estão sendo investigados, ainda que o número desses crimes seja reconhecidamente maior.
Folhapress
Conteúdo Publicitário
Leia também
Comentários CORRIGIR TEXTO