Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Internacional

- Publicada em 31 de Janeiro de 2022 às 17:23

Coreia do Norte confirma que testou míssil capaz de atingir o território de Guam

Conjunto de fotos combinadas mostra o míssil saindo de um lançador e a Coreia do Norte e áreas próximas

Conjunto de fotos combinadas mostra o míssil saindo de um lançador e a Coreia do Norte e áreas próximas


STR/KCNA VIA KNS/AFP/JC
A Coreia do Norte confirmou que testou um míssil balístico de alcance intermediário capaz de atingir o território norte-americano de Guam. Esse é o lançamento de armas mais significativo da Coreia em anos.
A Coreia do Norte confirmou que testou um míssil balístico de alcance intermediário capaz de atingir o território norte-americano de Guam. Esse é o lançamento de armas mais significativo da Coreia em anos.
O lançamento pode ser um prelúdio para provocações maiores da Coreia do Norte, como testes de mísseis nucleares de longo alcance que representam uma ameaça direta aos Estados Unidos. O país tenta pressionar ainda mais o governo de Joe Biden a obter alívio de sanções ou reconhecimento internacional como um Estado nuclear legítimo.
A agência de notícias oficial coreana disse que o objetivo do teste era verificar a precisão geral do míssil Hwasong-12 que está sendo implantado em suas forças armadas. A KCNA publicou dois conjuntos de fotos combinadas - uma mostrando o míssil saindo de um lançador e voando para o espaço e a outra mostrando a Coreia do Norte e áreas próximas que, segundo a agência, foram fotografadas do espaço por uma câmera instalada na ogiva do míssil.
Lee Choon Geun, especialista em mísseis e pesquisador honorário do Instituto de Política Científica e Tecnológica da Coreia do Sul, disse acreditar que as fotos foram tiradas do espaço - especialmente quando o míssil estava chegando ao seu apogeu, embora não possa provar de forma independente que não houve ajuste nas imagens. Embora seja raro colocar uma câmera em uma arma, Lee disse que a Coreia do Norte provavelmente queria demonstrar seu avanço tecnológico para o público estrangeiro e doméstico.
A Coreia do Norte disse que o míssil foi lançado em direção às águas de sua costa leste em um ângulo alto para evitar voar sobre outros países. De acordo com avaliações sul-coreanas e japonesas, o míssil voou cerca de 800 quilômetros e atingiu uma altitude máxima de 2 mil quilômetros antes de pousar entre a Península Coreana e o Japão. 
Conteúdo Publicitário
Leia também
Comentários CORRIGIR TEXTO