Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Esportes

- Publicada em 23 de Junho de 2022 às 23:35

Grêmio busca empate com o CSA e seca os adversários para seguir no G-4 da Série B

Mudança da postura do time na segunda etapa ajudou bastante na melhora do desempenho

Mudança da postura do time na segunda etapa ajudou bastante na melhora do desempenho


Lucas Uebel/Gremio FBPA
Deivison Ávila
O Grêmio foi até Alagoas e trouxe um ponto diante do CSA, nesta quinta-feira (23), pela 14ª rodada da Série B. Depois de um primeiro tempo atrapalhado, a equipe do técnico Roger Machado abandonou o esquema com três zagueiros e até esteve perto de vencer os alagoanos. No final, o 1 a 1 foi injusto em comparação com o que criou.
O Grêmio foi até Alagoas e trouxe um ponto diante do CSA, nesta quinta-feira (23), pela 14ª rodada da Série B. Depois de um primeiro tempo atrapalhado, a equipe do técnico Roger Machado abandonou o esquema com três zagueiros e até esteve perto de vencer os alagoanos. No final, o 1 a 1 foi injusto em comparação com o que criou.
Para se manter no G-4 da competição, o Tricolor, que chegou aos 22 pontos, seca o Sport que está com 20 e, no sábado, recebe o Brusque, às 19h, em Recife. Outro time que pode ultrapassar o Tricolor é a Tombense, mas para isso teria que golear o Náutico, em Minas, às 11h, do domingo. Os mineiros tem 19 pontos, mas um saldo de dois gols positivos, contra cinco do Grêmio. O próximo compromisso do time de Roger é contra o Londrina, terça-feira, às 19h, na Arena.
O Grêmio fez um primeiro tempo bastante irregular em Maceió. Uma equipe desencontrada, facilmente driblada e que até teve algumas chances de marcar, mas foi dominada pelos donos da casa. A primeira chegada do CSA foi aos oito minutos: Lourenço deixou a marcação para trás, mas finalizou sem força. Três minutos depois, uma trapalhada da defesa gremista, Geromel recuou para Gabriel Grando, Osvaldo pressionou e quase marcou, mas o goleiro tricolor mandou para escanteio.
A confusão da zaga resultou no lance do gol alagoano. Aos 12, Diego Renan cobrou curto, Lourenço cruzou da direita e Geovane apareceu no meio da defesa para cabecear para o fundo das redes. No minuto seguinte, o Tricolor quase chegou ao empate: Giva falhou na frente da área e Lucas Silva dominou na cara do gol e chutou forte para Carné fazer um milagre no Rei Pelé.
Aos 16, o CSA chegou perto de ampliar: Lourenço cruzou para trás e Osvaldo finalizou com perigo. A bola desviou e quase entrou. A resposta dos visitantes veio aos 22: Rodrigo cruzou da direita e Diego Souza cabeceou com estilo, para baixo. Carné fez mais uma grande defesa para salvar o CSA.
Mesmo com mais posse de bola no primeiro tempo, a formação com três zagueiros não permitia que Grêmio criasse jogadas, pois lhe faltava peças no meio-campo. Por isso, após o intervalo, Roger desfez o esquema, sacando Natã e colocando Campaz em campo. E o segundo tempo não poderia começar melhor. Com menos de um minuto, Biel cruzou da esquerda, a bola desviou na defesa e Janderson fechou no segundo pau para mandar para o gol.
Bem melhor em campo, o Tricolor quase chegou a virada com Diego Souza, aos 18, mas Carné salvou os alagoanos que responderam dois minutos depois: Osvaldo cruzou, Marco Túlio cabeceou e a bola desviou na defesa do Grêmio e quase entrou. Aos 23, foi a vez de Janderson receber na ponta esquerda e finalizar para mais uma boa defesa de Carné.
Mesmo superior, aos 29, o CSA chegou duas vezes com perigo. Na primeira, Lucas Barcelos tentou cruzar da esquerda e meteu direto, encobrindo Grando, e acertou a trave. No lance seguinte, o mesmo Lucas avançou, se livrou da marcação e saiu na cara do goleiro gremista, que fez uma grande defesa para salvar os gaúchos. Aos 41, em contra-ataque, Campaz acertou um chute venenoso e foi a vez de Carné evitar o gol do Grêmio. No final, pela melhora do desempenho no segundo tempo, o empate teve um gosto amargo para o Tricolor, que poderia ter vencido pelas chances criadas e desperdiçadas. 
CSA 1 Marcelo Carné; Lucas Marques, Wellington, Lucão e Diego Renan; Geovane (Luiz Henrique), Giva Santos, Gabriel (Léo) e Lourenço (Marco Túlio); Osvaldo (Lucas Barcelos) e Rodrigo Rodrigues (Bruno Mezenga). Técnico: Alberto Valentim.
Grêmio 1 Gabriel Grando; Natã (Campaz), Geromel e Bruno Alves; Rodrigo Ferreira (Varela), Lucas Silva (Mateus Sarará), Bitello e Nicolas; Janderson (Elias Manoel), Biel (EMerson) e Diego Souza. Técnico: Roger Machado.
Árbitro: Ramon Abatti Abel (SC).
Conteúdo Publicitário
Leia também
Comentários CORRIGIR TEXTO