Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Começo de Conversa

- Publicada em 07 de Julho de 2022 às 19:51

Espetáculo na Fronteira


Fernando Muniz/divulgação/jc
Fernando Albrecht
O Festival Acessibilidade Virtual estreia o espetáculo "Uma Fronteira Diferente", da Cia. Giro Livre, do Rio Grande do Sul; e na próxima quarta-feira, dia 13 de julho, a apresentação da montagem "Transversus", do Grupo Ballet de Pelotas. O festival promove o acesso online de pessoas com algum tipo de deficiência visual e/ou auditiva, e traz espetáculos com recursos de Libras e audiodescrição (no canal da Funarte no YouTube (www.youtube.com/funarte).

O Festival Acessibilidade Virtual estreia o espetáculo "Uma Fronteira Diferente", da Cia. Giro Livre, do Rio Grande do Sul; e na próxima quarta-feira, dia 13 de julho, a apresentação da montagem "Transversus", do Grupo Ballet de Pelotas. O festival promove o acesso online de pessoas com algum tipo de deficiência visual e/ou auditiva, e traz espetáculos com recursos de Libras e audiodescrição (no canal da Funarte no YouTube (www.youtube.com/funarte).

 

Bom dia aos pagos

Um causo do alegretense José Augusto Ferrari contado no seu belo livro "Alegrete cuentos y versos". Um deles fala de um radialista famoso, o Auri Dornelles, que comandava o programa de rádio Bom Dia aos Pagos, sucesso absoluto da emissora alegretense.

É preciso ter em mente que, no Alegrete, as distâncias são enormes e o rádio é fundamental para enviar recados às estâncias e lavouras de arroz.

Existe um sem número de histórias sobre estes programas, como o aviso de um pecuarista para sua mulher, com várias versões, tipo "Alô, dona Maria, o patrão manda avisar que o negócio da égua tá fechado, mas o dele tá de pé". Este, relatado no livro do Ferrari, fala de uma ouvinte que pediu ao Auri que informasse o pai que a mãe havia falecido, mas pedindo muito cuidado porque ele sofria do coração. Auri mandou brasa.

- Atenção Fulano de Tal, no Durasnal! Venha urgente pra cidade que sua esposa está hospitalizada e não passa bem.

Após o aviso, conta Ferrari, o Auri arrematou:

- Já vem de luto, índio véio!

Comigo também aconteceu algo parecido, felizmente menos grave, num feriadão na época do Plano Cruzado, anos 1980. Deu-se que peguei o trem húngaro para o Alegrete e, a partir de Cacequi, tudo deu errado - acabei em Uruguaiana sem querer e o Auri colocou no Bom Dia aos Pagos que eu estava em São Francisco de Assis. A família ouviu. Mas essa já é outra história.

Apetite árabe

O fundo árabe Mubadala, que estaria negociando a aquisição da Refinaria Alberto Pasqualini (Refap) em Canoas, agora mira na educação. Já comprou duas instituições de ensino na Bahia.

Uma tragédia programada

Observando a deterioração acelerada da economia da Argentina, é de pensar como o eleitor argentino gosta do amor bandido com expoentes do peronismo, a começar pela vice-presidente Cristina Kirchner. Desde o tempo do marido Néstor, o casal comandou a implosão da carne argentina como marca de qualidade mundial. Baby beaf, cortes perfeitos que pareciam cópia xerox, tudo foi para o espaço. Parece até deliberado para administrar ruínas.

Por sinal...

Desde fevereiro partem do Brasil aviões carregados de pesos argentinos produzidos pela nossa Casa da Moeda. Emissão sem lastro. É como pretender que um drogado se cure consumindo mais droga. Nem no tempo em que amarrava cachorro com linguiça deu certo.

Darcy Azambuja

Intelectual, acadêmico e professor, Darcy Azambuja deixou como legado sua obra Teoria Geral do Estado,  livro de referência que está completando 80 anos. Um belo perfil, com vida e obra de Darcy, está publicado na Reportagem Cultural desta sexta-feira, no JC. Vale a leitura!

 

MDB gaúcho

A manifestação do prefeito de Restinga Seca e presidente da Famurs, Paulinho Salerno (MDB), sobre a disputa ao Piratini mostra que não é unânime no MDB a ideia de candidatura própria. À repórter Lívia Araújo, Salerno disse que não vê problema em ver o MDB compondo com o PSDB de Eduardo Leite.

O mais perverso dos impostos II

Esse termo, guitarra, muito usado em décadas passadas, significa girar a máquina de fabricar dinheiro sem lastro na atividade econômica. Evitou a quebradeira geral, mas nada é de graça neste mundo mesmo o monetário. Ou expansão da base monetarária. O petróleo foi apenas mais gasolina na fogueira. A inflação é o mais perverso dos impostos.

O mais perverso dos impostos I

Há meses a página citou que a cornucópia de dinheiro despejada pelos bancos centrais de todo mundo nos dois anos de pandemia implicaria em aumento da inflação, porque uma das causas é o excesso de dinheiro advindo da guitarra. Nos perdidos anos 1980, o jornalismo usava muito o termo M1, 2 e 3. M1 é dinheiro que se tem no bolso mais na conta corrente.

 

Pane europeia

Os aeroportos da Europa estão vivendo um caos. Montanhas de malas perdidas e achadas, conexões perdidas e por aí vai. Fosse no Brasil...

O pão nosso de cada dia

Porto Alegre deve ser a única capital onde se pratica o sumiço de recheios. Os sanduíches em geral levam uma tênue lâmina de queijo e presunto. É o famoso sanduíche de pão, montado por um mão de vaca. É epidemia.

Cavalo de Tróia

Meio que escondidinhos, alguns deputados entram com projeto cujo ventre esconde aumento disfarçado em um serviço público. Como no samba de Noel Rosa, não tem solução.

Esse insensato mundo

Tudo o que estamos vivendo teve começo na perda de valores. Quando se instalou de alto a baixo e para os lados, adeus tia Chica. Nada segura fogo morro acima ou água morro abaixo.

A torcida como ela é

Como não dar o braço a torcer e ao mesmo tempo não conseguir brigar com a notícia? É dizer que "o Brasil despiora", para não pagar o mico de dizer "o Brasil melhora". É por aí que se isolam as torcidas.

Epa!

Federação da esquerda leva o nome Brasil Esperança. Parecido, mas não é o Criança Esperança da Rede Globo.

Os peitos do ovo

Do menu de um restaurante em bairro chique: "omelete porcionado com silicones". Meu Jesuscristinho! Mas até

no ovo, que já é redondinho?

 

Conteúdo Publicitário
Leia também
Comentários CORRIGIR TEXTO